Pravda.ru

Mundo

RDP Coreia: Rússia apela à calma

25.05.2009
 
RDP Coreia: Rússia apela à calma

A Coreia do Norte (RDPC) anunciou oficialmente que fez o seu segundo teste nuclear bem sucedido nessa segunda-feira. A agência de notícias norte-coreana relatou que a explosão nuclear subterrânea foi feito como medida de reforçar as forças nucleares na protecção da nação.

O teste foi conduzido para defender a soberania da nação, disseram os meios de comunicação do estado. As autoridades sul coreanas e russas registaram a explosão. Os Estados Unidos estão investigando a informação.

A agência de notícia estatal relatou que a nova prova nuclear inspirou a população do país no trabalho.

“A prova nuclear bem sucedida inspira nosso exército e nossa população em um esforço de 150 dias para novas realizações econômicas e reforça a atmosfera da nova ascensão revolucionária para construir uma super potência próspera,”disse o relatório da agência de notícia norte-coreana.

Os sismógrafos sul coreanos registaram um terremoto artificial de 4.5 valores que demonstram uma possível prova nuclear no estado vizinho. O presidente de Coreia do Sul chamou uma reunião urgente de seus ministros para discutir os eventos.

Os sismógrafos russos igualmente registaram um terremoto de 5.5-6 valores na Coreia do Norte. Os cataclismos tectónicos foram registados numa profundidade de dez quilômetros. Os especialistas russos dizem, embora, que tais terremotos são típicos na Coreia do Norte.

A Coreia do Norte lançou um míssil terra-ar no mesmo dia, 25 de maio, algumas horas após a prova nuclear acima mencionada, relatou o RIA Novosti.

O ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia está investigando a informação sobre a prova nuclear da Coreia do Norte, que conduziu sua primeira prova nuclear em Outubro de 2006. Rússia disse imediatamente que a Coreia do Norte deveria cumprir o Tratado de Não Proliferação e recomeçar as negociações a respeito do seu programa nuclear. Moscovo sugere que os parceiros internacionais tenham calma na condução destas negociações.

O governo japonês exigirá uma reunião urgente do Conselho de Segurança de ONU. A Coreia do Sul e o Japão acreditam que o Conselho deve ter uma reação rápida à segunda prova nuclear.


Loading. Please wait...

Fotos popular