Pravda.ru

Mundo

Argentina volatrá Ilhas Malvinas, diz Kirchner

15.06.2007
 
Argentina volatrá Ilhas Malvinas, diz Kirchner

O presidente argentino, Néstor Kirchner, disse nesta quinta-feira (14) que a Grã-Bretanha "nunca poderá tirar a razão e a justiça de que as Ilhas Malvinas são argentinas". O presidente argentino enfatizou que foi uma "vitória colonial" e que isso é inaceitável aos olhos do resto do mundo, informa Ansa.

Kirchner prometeu que as ilhas voltarão ao controle argentino através de "meios pacíficos".

O presidente argentino falou durante o 25º aniversário do fim do conflito pelas ilhas no sul do Atlântico, que os britânicos chamam de Falklands.

A Grã-Bretanha retomou as ilhas em 14 de junho de 1982, dois meses e meio depois de o território ser invadido por forças argentinas.Cerca de 255 britânicos e mais de 650 argentinos foram mortos na guerra.

"As Malvinas são argentinas e elas voltarão à Argentina por meios pacíficos", disse o presidente em Buenos Aires em resposta às afirmações da ex-primeira ministra britânica Margaret Thatcher nos festejos do "Dia da Libertação" em Londres.

Thatcher disse que "toda a nação celebrou o triunfo e deveríamos continuar celebrando sempre", em uma mensagem de rádio que enviou aos habitantes das Malvinas pelo aniversário de 25 anos da derrota argentina.

Kirchner afirmou "à senhora Thatcher", durante um ato público, que "você pode ter ganhado uma batalha porque pertence a uma potência poderosa, mas nunca poderá ganhar a razão e a justiça de que as Malvinas são argentinas e que pela paz voltarão a ser argentinas".

Em Londres os veteranos da guerra foram recebidos pela rainha Elizabeth 2ª, pelo primeiro-ministro Tony Blair e pela ex-premiê Margareth Thatcher, que liderou o país durante a guerra.


Loading. Please wait...

Fotos popular