Pravda.ru

Federação Russa

Assassinato de político da Oposição na Geórgia; EUA aumenta retórica contra Moscovo

21.05.2008
 
Assassinato de político da Oposição na Geórgia; EUA aumenta retórica contra Moscovo

Como resposta à situação na Geórgia, Richard Lugar, Senador Republicano e Vice-Presidente da Comissão das Relações Internacionais do Senado dos EUA, sugeriu uma contra-ofensiva diplomática contra a Rússia. Entretanto, um político da oposição foi hoje assassinado só porque fazia propaganda contra o Governo. EÉ este a Geórgia de Saakashvili, amigo de peito dos Estados Unidos da América e OTAN.

Declarou hoje em Washington que “ Os Estados Unidos tem de colocar-se à frente duma enérgica contra-ofensiva diplomática internacional contra os esforços da Rússia por desestabilizar a Geórgia e toda a região”. Disse que um desfecho pacífico da situação requer “liderança” por parte de Washington “e cooperação por parte dos outros membros da OTAN.”

Lembrou que a Geórgia é “amigo importante” dos EUA e que “a maioria dos líderes jovens deste país foram formados nos EUA” e referiu os contingentes militares georgianos em Afeganistão e Iraque.

Continuou a declaração com um tom crescentemente hostil à Rússia: condenando “ as declarações provocadoras e perigosas do Governo da Federação Russa que atacam a integridade territorial da República de Geórgia".

Já não surpreende que Washington tenha pessoas em posições de destaque no seu Governo a fazer este tipo de discurso, basta ler o livro da história da diplomacia e relações exteriores dos EUA nos últimos oito anos, pelo menos, para chegar à ideia de que nem vale a pena prestar demasiado atenção às declarações de pessoas que não têm culpa de terem nascido assim.

Porém, não é aceitável que se faça em público declarações caluniosas contra a Rússia, muito menos que alguém nesta posição pudesse demonstrar uma ignorância tão profunda sobre a realidade na região. Quem violou numerosos acordos foi Geórgia, onde hoje foi assassinado um activista da oposição contra Presidente Saakashvili.

Assassinato político na Geórgia

Durante as eleições parlamentares na Geórgia, foi assassinado um activista da aliança Oposição Unificada quando se dirigia ao Colégio Eleitoral. David Gamkrelidze, um dos líderes desta formação, declarou hoje à Imprensa em Tblissi que “Mataram-no porque fazia propaganda a favor da oposição…o Governo é responsável pelo ocorrido”. Acrescentou que “Há infracções em todo o território georgiano. A polícia não faz nada para garantir a ordem nos colégios”.

Timofei BYELO

PRAVDA.Ru


Loading. Please wait...

Fotos popular