Pravda.ru

Mundo

Coréia do Norte recebe dinheiro e encontra negociador americano

21.06.2007
 
Coréia do Norte recebe dinheiro e encontra negociador americano

A Coréia do Norte recebeu ontem (20) através do Banco Central norte-americano e um banco russo os US$ 23 milhões de um total de US$ 25 milhões do país que ficou retido durante um ano e meio em um banco de Macau, informa a Lusa.

Os fundos ficaram congelados no banco macauense Delta Ásia de setembro de 2005 a fevereiro deste ano por determinação judicial, em razão de suspeitas de “lavagem de dinheiro” em um processo movido pelos EUA. O Tesouro norte-americano acusava o banco de envolvimento com as autoridades norte-coreanas em operações ilícitas, que estariam servindo para financiar o regime e, em especial, o programa nuclear.

O desbloqueio do dinheiro sempre foi uma condição imposta pela Coréia do Norte para negociar a “desnuclearização” do país. Depois de receber o dinheiro a Coreia do Norte declarou que iria readmitir inspectores da agência atómica Internacional no país.

O negociador americano encarregue do dossiê norte-coreano chegou esta quinta-feira (21) a Pyongiang. Christopher Hill desloca-se à capital da Coreia para discutir os próximos passos de um acordo de desarmamento firmado em no início do ano.

“Creio que é o momento para todos se apressarem e trabalharem arduamente [para ajustar os planos do desarmamento]”, afirmou Hill durante entrevista coletiva em Tóquio. De acordo com ele, os US$ 23 milhões correspondem ao “montante total” acordado. O negociador disse ainda que espera “uma ação da Coréia do Norte dentro de semanas”.


Loading. Please wait...

Fotos popular