Pravda.ru

Sociedade » Incidentes

Irão: não vimos este filme antes?

13.04.2010
 
Pages: 12


Tal como acontece com as ADM do Iraque, a ameaça do Irão é o suficiente para merecer uma ação militar
"Armas são mais perigosas que o potencial em tê-las. O p otencial está incomodando demais"(Clinton); "Isso (a capacidade nuclear do Irã) é um tema sobre qual os serviços de inteligência ainda diferem "(Clinton); "Eles não têm capacidade nuclear ... Como é que se diferencia como agora ...Se sua política é ir ao limite, mas não montar uma arma nuclear, como você pode dizer que eles não tenham montado? Assim torna-se uma questão séria de verificação. E eu realmente não sei como você iria verificar isso" (Gates).


Portanto, mais uma vez não há direito internacional. É o suficiente para que os E.U.A. (ou realmente Israel) percebam que há uma ameaça numa República Islâmica do Irã com qualquer aparência de capacidade nuclear e, portanto, os serviços de inteligência vão aparecer com provas "maravilhosas", como as de Colin Powell, nomeadamente a tese de doutorado de dez anos de idade, copiado e colado da Net sobre as ADM infames e inexistentes de Saddam Hussein que os próprios E.U.A. próprio admitiu desde então que estava errado (quando é que o caso vá a um tribunal?).


A bola já foi lançada, pois se os E.U.A. está postulando que não há nenhuma maneira confiável para verificar o que o Irã tem, então isso cria um casus belli, em sua forma distorcida e tendenciosa de pensar.


Senhoras e Senhores, nós já vimos este filme antes. Lendo nas entrelinhas nesta última entrevista, vemos uma insinuação sinistra. E observem que a “República Islâmica do Ir㔠(nome verdadeira do país) não foi citada uma única vez. Um sinal de desrespeito total, precedendo o quê?

* NBC E.U.A. Entrevista com a Secretária de Estado Hillary Clinton e Secretário de Defesa Robert Gates, no domingo 11 de abril de 2010.

Timothy BANCROFT-Hinchey
PRAVDA.Ru

Pages: 12