Pravda.ru

Sociedade » Curiosidades

Parada Gay de Feira marcada por protestos

01.09.2008
 
Parada Gay de Feira marcada por protestos

Este domingo foi marcado por protestos contra a morte de 21 homossexuais da cidade de Feira de Santana, que até o momento não tiveram seus assassinos julgados e condenados. Em pleno século XXI, em que os avanços da tecnologia tem propiciado muitas facilidades para se viver. A vida de gays e lésbicas, no entanto, ainda é tirada brutalmente e a polícia e justiça, que deveriam estar aparelhadas para a investigação e punição dos culpados, carecem de vontade política para funcionarem a contento.

Uma bandeira de aproximadamente 15 metros de comprimento por cinco de largura, com todas as cores do arco-íris, simbolizando a diversidade, foi estendida no asfalto com 21 cruzes, cada uma significando uma vida que se foi. Logo em seguida, pronunciamentos de Rafael Carvalho, presidente do Grupo Liberdade, Igualdade e Cidadania Homossexual, clamaram por justiaça e por respeito, sob os aplausos de uma multidão estimada em 50 mil pessoas, segundo a organização do evento.


Dois trios elétricos, enfeitados com as cores da bandeira gay, tocaram música eletrônica para divertir os gays, lésbicas, travestis, transexuais, transformistas e heterosexuais da cidade e de cidades vizinhas, que se dirigiram a Feira de Santana para a festa da diversidade.


Num palco armado no meio da Avenida Senhor dos Passos as divas Paulette Fast Food e Duda Weshley brindavam a galera com shows performáticos, dublando músicas de Britney Spears, Madonna e Byoncè.


Por todo o percurso da festa, o povo se aglomerava num ritual de alegria, dançando, cantando, acompanhando o trio, bebendo e se divertindo.


Pra quem ficou até o final, teve uma big festa na Casa de Chá. Pra quem não foi a Feira de Santana neste dia 31 de agosto, resta esperar mais um ano para participar da melhor parada gay do interior da Bahia.

Valdeck Almeida de Jesus


Fotos popular