Pravda.ru

Sociedade » Cultura

Retrato de Machado de Assis quando jovem

25.08.2009
 
Pages: 123

Com sua mulher Françoise Massa, organizou o Dictionnaire Encyclopédique et Bilingue Portugais-Français des particularités de la langue portugaise, do qual já saíram três volumes (vol. I: Guiné-Bissau; vol.II: São Tomé e Príncipe; e vol. III: Cabo Verde), que constituem dicionários da língua portuguesa escrita na África, já que, para Massa, o português nesses países é de escritores, jornalistas, alunos e funcionários públicos. Para o estudioso, aliás, não se pode falar em português falado na África, até porque a imensa maioria dos habitantes das nações que fazem parte da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) não falam o português. São lusógrafos e não lusofalantes, como observa Massa, criador do conceito de lusografia.

Françoise e Jean-Michel Massa são também responsáveis pela direção científica da coleção Patrimônio Lusógrafo Africano (Patrimoine Lusographe Africain), da Universidade Rennes, que publicou relatos e testemunhos de viagens, volumes difíceis de se encontrar ou esgotados, bem como alguns textos inéditos, que foram localizados durante as pesquisas realizadas para a produção do Dictionnaire Encyclopédique et Bilingue Portugais-Français des particularités de la langue portugaise.

A coleção foi aberta com a publicação em 2004 de um manuscrito sobre Cabo Verde (texto inédito), Relation journalière, relato de duas escalas em São Vicente e Santiago e do início da uma viagem ao Brasil em 1699, acrescido de outros textos sobre Cabo Verde: o de Challes (1690), Froger (1695), Duguay-Trouin (1711) e Frézie (1717). É de lembrar que René Duguay-Trouin (1673-1736) foi o comandante da segunda invasão francesa ao Rio de Janeiro em 1711.

A segunda obra da coleção é a tese de medicina do primeiro médico-caboverdiano, Júlio José Dias (1805-1873), Essai sur la lithotritie, apresentada à Sorbonne em 1830. O terceiro volume da série é o primeiro guia turístico e comercial de Cabo Verde e primeiro guia sobre a África (1851). É uma edição em três línguas feita a partir da versão original redigida em inglês por John Rendall (1795-1854), cônsul inglês, com informações sobre a vida cotidiana, as potencialidades dos lugares, a navegação, os preços, questões sanitárias do arquipélago, que eram destinadas especialmente aos negociantes. Os dois livros também saíram à luz em 2004.

_______________________________

A JUVENTUDE DE MACHADO DE ASSIS: 1839-1870: ENSAIO DE BIOGRAFIA INTELECTUAL , de Jean-Michel Massa; prólogo de Antonio Candido; posfácio de Paulo Rónai; tradução de Marco Aurélio de Moura Matos. 2ª ed. revista. São Paulo: Editora Unesp, 583 págs., 2009, R$ 70,00.

E-mail: feu@editora.unesp.br

Site: www.editoraunesp.com.br

____________________________________

(*) Adelto Gonçalves é doutor em Literatura Portuguesa pela Universidade de São Paulo e autor de Gonzaga, um Poeta do Iluminismo (Rio de Janeiro, Nova Fronteira, 1999), Barcelona Brasileira (Lisboa, Nova Arrancada, 1999; São Paulo, Publisher Brasil, 2002) e Bocage: o Perfil Perdido (Lisboa, Caminho, 2003). E-mail: adelto@unisanta.br

Pages: 123

Fotos popular