Pravda.ru

Sociedade » Cultura

Poesia - Diálogo entre Brasil e África

04.10.2006
 
Pages: 12

De todas, a correspondência mais marcante é a de Augusto dos Santos Abranches (1912-1963), que, em 1955, deixou Moçambique para se instalar em São Paulo, onde trabalhou na Livraria Francisco Alves como propagandista de livros e no jornal Portugal Democrático como secretário de redação, falecendo precocemente vítima de problemas cardíacos, depois de casar com uma brasileira com quem teve uma filha.

Deixou vasta obra esparsa e livros inéditos. De notar na correspondência que Abranches mandou de Nampula, em 1952, as referências elogiosas que faz à revista Vértice, então editada em Coimbra, e à “admirável página literária que é a de O Primeiro de Janeiro, do Porto”, que, segundo ele, escapavam do “marasmo puro” em que o modernismo tomava feição acadêmica no Portugal de então. Abranches era colaborador da Vértice e d´O Primeiro de Janeiro.

A morte de Abranches levou Marques Rebelo a escrever “Conversa Carioca”, artigo publicado no jornal Última Hora, do Rio de Janeiro, nas edições de 18 a 22 de junho de 1963, e reproduzido por Salim Miguel. O escritor reproduziu também artigo que publicou no diário O Estado, de Florianópolis, em 28/8/1983, dez anos depois da morte de Marques Rebelo em que contou como se deu a aproximação daquele intelectual já consagrado na faixa dos 40 anos com os jovens catarinenses que ainda não haviam chegado aos 30. Por fim, o livro traz poemas e um conto de Luandino Vieira que saíram, praticamente, em primeira mão na revista Sul.

Seria bom que o exemplo de Salim Miguel e de seus amigos dos dois lados do Atlântico suscitasse nas jovens gerações a vontade de restabelecer esse diálogo entre Brasil e África, ainda mais agora em que a Internet nos aproxima como nunca.

___________________

CARTAS D´ÁFRICA E ALGUMA POESIA, coligidas e selecionadas por Salim Miguel seguidas de Conversa Carioca de Marques Rebelo . Rio de Janeiro: Topbooks/Academia Brasileira de Letras, 2005, 188 págs., E-mail: topbooks@topbooks.com.br

______________________

(*) Adelto Gonçalves é doutor em Literatura Portuguesa pela Universidade de São Paulo e autor de Gonzaga, um Poeta do Iluminismo (Rio de Janeiro, Nova Fronteira, 1999), Barcelona Brasileira (Lisboa, Nova Arrancada, 1999; São Paulo, Publisher Brasil, 2002) e Bocage – o Perfil Perdido (Lisboa, Caminho, 2003). E-mail: adelto@unisanta.br

Pages: 12

Fotos popular