Pravda.ru

Federação Russa

Iuschenko e Timochenko jogam a carta russa

27.05.2008
 
Iuschenko e Timochenko jogam a carta russa

O presidente e a primeira ministra da Ucrânia apresentam estratégias rivais para o desenvolvimento do setor energético nacional. Victor Iuschenko propõe criar uma aliança de transportadores do gás para mover hidrocarbonetos ás costas da Rússia. Yulia Timochenko , entretanto quer começar a disputa sobre gás com Moscou, prometendo frear o ingresso da Ucrânia à Otan e prolongar o acordo sobre a permanência da base naval russa em Sebastobol.

Iuschenko acha que a Ucrânia, se aliar com os outros países de transportadores do gás , poderia acercar-se à UE e reforçar sua posição em conflitos energéticos com Rússia. Dessa maneira o mandatário ucraniano espera posicionar-se como autor de uma estratégia que garante a seu país um futuro europeu, e ganhar pontos na competência com Yulia Timochenko, outra candidata à presidência nas eleições de 2009.

A “princesa laranja’ da Ucrânia prepara seu próprio jogo no que se reserva um papel chave ao tema do gás russo. Na passada semana a primeira-ministra ucraniana se reuniu em Minsk, Bielorússia, com o seu homólogo Vladimir Putin, e eles chegaram a um acordo para eliminar os intermediários nos contatos bilaterais na matéria de gás. Uma fonte próxima a Timochenko disse ela ter prometido também não acelerar a incorporação da Ucrânia à Otan , prolongar a permanência da Frota russa do Mar Negro em Sebastopol depois do ano 2017 e permitir ao monopólio russo Gazprom participar em controle da rede ucraniana de transporte do gás.

Em troca, Timochenko tem um pedido para a Rússia solicitar sua candidatura nas presidenciais de 2009, assim como manter para Ucrânia as tarifas relativamente baixas do gás fornecido. Ambas partes acordaram seguir este caminho, segundo escreve o jornal Kommersant. O anteriormente dito não significa que a Rússia aposta por Timochenko.

“Acreditar –lhe é o último que uma pessoa deveria fazer”, disse uma fonte da Administração Presidencial russa. O deputado ucraniano Vssili Kissiyelov está de acordo com essa opinião : “Timochenko podia fazer quaisquer ofertas para a Rússia, incluindo as preferências políticas. Outra coisa é que a senhora tem ampla experiência em abandonar sua posição em situações ambíguas. Quando chegar o momento preciso se as arrogará para não cumprir sua parte de compromissos, tendo preservado por algum tempo mais, os preços baixos do gás”.

 Tradução Lyuba Lulko


Fotos popular