Reecomeçaram as buscas pelo desaparecido do catamarã afundado

Recomeçaram as buscas pelo desaparecido passageiro de uma embarcação que afundou na noite de domindo efetuando a ligação entre Salvador e Morro de São Paulo, no litoral da Bahia. Quatro tripulantes e 128 passageiros estavam a bordo, quando a água começou a entrar no barco. Apenas uma pessoa não foi resgatada.

O catamarã Baía de Todos os Santos saiu de Morro de São Paulo por volta das 16h30m e deveria chegar a Salvador às 18h30m, mas cerca de uma hora e meia depois de iniciada a viagem, a água começou a invadir a embarcação por causa do vento forte. O barco ficou à deriva, inclinado. O comandante determinou que todos pulassem na água com coletes salva-vidas e botes. Os tripulantes e 127 passageiros foram resgatados, mas um ainda está desaparecido: Ananias Bernardino da Silva, de 61 anos. A esposa de Ananias, que foi resgatada, disse que ele estava usando colete salva-vidas e que sabe nadar.

Os passageiros foram resgatados por embarcações que passavam pelo local, na entrada sul da Baia de todos os Santos próximo a região de Barra de Caixa Prego, e pelas lanchas Isabela I e II e por um catamarã enviados pela Capitania dos Portos. Um helicóptero da Polícia Militar e lanchas da Marinha procuram o passageiro desaparecido.

O barco trazendo os 131 resgatados chegou no início desta madrugada ao porto de Salvador. Por volta de 1h30m os passageiros do catamarã começaram a deixar a Capitania dos Portos. Eles estavam muito abalados e alguns demonstraram sinais de hipotermia porque ficaram muito tempo na água. A maioria disse que a água começou a entrar no catamarã por causa do choque com as ondas. Todos reclamaram da operação de resgate que durou mais de três horas. A embarcação pertence à empresa Biotur.

 Segundo o chefe de máquinas, Oton Sales, o barco é novo e estava dentro das normas de segurança exigidas pela Capitania dos Portos, o que inclui quantidade de salva-vidas suficiente para atender a todos os passageiros. O catamarã foi rebocado para o porto de Valença, onde passará por perícia que será anexada aos laudos do inquérito aberto para investigar as causas do acidente.

Globo, Tarde Online

Subscrever Pravda Telegram channel, Facebook, Twitter

Author`s name: Pravda.Ru Jornal