Pravda.ru

Notícias » Sociedade


A China vacinará sua população contra Covid-19 gratuitamente

01.01.2021 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
A China vacinará sua população contra Covid-19 gratuitamente. 34651.jpeg

A China vacinará sua população contra Covid-19 gratuitamente

 

Pequim, 31 de dez (Prensa Latina) A China garantiu hoje que administrará gratuitamente as vacinas Covid-19 à sua população, após informar ao mercado sobre uma substância inativada de uma subsidiária da Sinopharm, mas sob certas condições.

De acordo com Zeng Yixin, vice-presidente da Comissão Nacional de Saúde, a inoculação começará nos idosos, depois continuará nos portadores de patologias graves e posteriormente nos demais habitantes do país, sem especificar uma data exata.

A ideia é abranger todos os setores no menor tempo possível e garantir que entre 60 e 70 por cento da população esteja protegida contra a infecção do coronavírus SARS-CoV-2, que causa o Covid-19.

No entanto, editorial do jornal Global Times comentou a respeito que ainda não foi definido como seria o processo e por enquanto a gratificação é destinada a quem enfrenta dificuldades financeiras.

Ele especificou que as pessoas e empresas mais ricas interessadas em proteger seus trabalhadores em breve deverão pagar pela vacina.

Dados oferecidos hoje pela Comissão Nacional de Saúde estimam as doses aplicadas em 4,5 milhões, ou seja, a mais de 2.250.000 trabalhadores de saúde, alfândega, cadeia alimentar e outros serviços públicos, como parte do programa de uso emergente aberto em julho.

Por outro lado, Shen Bo, do Ministério das Relações Exteriores, disse que a China planeja fornecer seus medicamentos aos países pobres de diversas formas, incluindo doações e até gratuitamente.

Apurou-se também que 18 empresas aumentaram a produção para atender à expectativa da demanda nacional e internacional.

A China anunciou na quinta-feira a comercialização da substância CNBG, após avaliar ontem os dados fornecidos que indicam uma eficácia de 79,34 por cento no estímulo da resposta imunológica.

A Administração Nacional de Produtos Médicos - maior regulador do setor - destacou que a comercialização do produto será realizada sob estrita fiscalização que garante sua segurança e qualidade desde a fabricação até a aplicação de cada dose.

A nação asiática no último dia 19 expandiu o plano de uso emergente para alcançar pelo menos outros 50 milhões de chineses para contrair o coronavírus SARS-CoV-2 e também com vistas a alcançar imunidade coletiva contra surtos da doença com casos autóctones em diferentes regiões de sua geografia, incluindo Pequim.

Nesse contexto, a capital anunciou que vai vacinar pessoas de nove setores classificados como vulneráveis a partir de janeiro.

mem / ymr/fav

 

 

https://www.prensalatina.com.br/index.php?o=rn&id=37302&SEO=a-china-vacinara-sua-populacao-contra-covid-19-gratuitamente

 

 

 
3573