Pravda.ru

Notícias » Ciência


Racismo

21.11.2020 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Racismo. 34392.jpeg

Racismo

O racismo é o filho dileto do capitalismo.
E fácil ser contra o racismo, principalmente quando ele se manifesta de forma selvagem como foi no caso do Carrefour, em Porto Alegre.

A direção da empresa, na França e no Brasil, deram nota dizendo que são contra o racismo. A empresa de segurança pública onde trabalhava o autor do crime também é contra. O principal jornal da cidade  publicou editorial afirmando que também é contra.

Os dois candidatos a prefeito de Porto Alegre também fizeram manifestação contra o racismo. Só o vice-presidente,  o general Mourão diz que não há racismo no Brasil, mas ele deve ter ficado cego.


Se todo mundo é contra o racismo, porque ele existe latente no Brasil e explode vez que outra como foi no caso do Carrefour? Simples. Porque ele é apenas um aspecto do preconceito de classe.


Na sociedade capitalista o inimigo é o pobre. Ele é inimigo para o rico, porque ele vê no pobre alguém que pode tomar seu dinheiro. É inimigo dos outros pobres, que enxergam nele seu próprio e indesejado retrato.


As lembranças da escravidão facilitam às pessoas verem no negro o símbolo da pobreza. Precisa ficar muito claro que aquele negro não é pobre (jogador de futebol, artista, político, pessoa famosa) para não ser discriminado. 


O racismo só vai acabar quando acabar o sistema capitalista. Enquanto isso não acontecer, de tempos em tempos, vamos conviver com essas explosões de racismo explicito, como ocorreu semana passada em Porto Alegre.

Marino Boeira é jornalista, formado em História pela UFRGS.

 

 
2017

Fotos popular