Pravda.ru

Notícias » Ciência


'A Última Floresta', filme do xamã Davi Kopenawa Yanomami, estreia no Festival É Tudo Verdade

19.04.2021 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
'A Última Floresta', filme do xamã Davi Kopenawa Yanomami, estreia no Festival É Tudo Verdade. 35274.jpeg

'A Última Floresta', filme do xamã Davi Kopenawa Yanomami, estreia no Festival É Tudo Verdade

Longa-metragem dirigido pelo cineasta Luiz Bolognesi, que escreveu o roteiro em parceria com a liderança indígena, é exibido neste domingo (18/04)

 

"A Última Floresta", longa-metragem dirigido pelo cineasta Luiz Bolognesi e escrito em parceria com o líder indígena e xamã Davi Kopenawa Yanomami, será transmitido pela primeira vez no Brasil neste domingo (18/04), na 26º edição do É Tudo Verdade - Festival Internacional de Documentários. Para assistir ao filme é necessário se cadastrar gratuitamente na plataforma Looke. Há limite de 2 mil vagas.

Para marcar o lançamento, na segunda-feira (19/04), às 19h30, o Instituto Socioambiental (ISA) transmite em seu canal no Youtube um bate-papo com Kopenawa e Bolognesi. A conversa também pode ser acompanhada pelas redes sociais do ISA no Facebook e Twitter, do Greenpeace Brasil (Twitter) e da Gullane (Facebook), produtora do filme.

Além de Kopenawa e Bolognesi, participam do debate a coordenadora executiva da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib), Sonia Guajajara, e o escritor Ailton Krenak, autor de "Ideias para Adiar o Fim do Mundo", um dos livros mais vendidos da FLIP 2019. A mediação será feita pela antropóloga Lídia Montanha Castro, do Instituto Socioambiental (ISA).

"A Última Floresta" retrata o cotidiano de uma comunidade Yanomami isolada, que vive em um território ao norte do Brasil e ao sul da Venezuela há mais de mil anos. O xamã Davi Kopenawa Yanomami, co-autor do livro "A Queda do Céu - palavras de um xamã yanomami", busca proteger as tradições de sua comunidade e contá-las para o homem branco que, segundo ele, nunca os viu, nem os ouviu.


Davi Kopenawa escreveu roteiro de "A Última Floresta" em parceria com o diretor, Luiz Bolognesi

Enquanto Kopenawa tenta manter vivos os espíritos da floresta, ele e os demais indígenas lutam para que a lei seja cumprida e os invasores do garimpo sejam retirados do território legalmente demarcado. Atualmente, mais de 20 mil garimpeiros ilegais derrubam a floresta, envenenam os rios e espalham Covid-19 e outras doenças entre os indígenas.

Leia mais no recente relatório sobre a presença garimpeira na Terra Indígena Yanomami.

O longa teve sua estreia mundial em março, no Festival Internacional de Cinema de Berlim, sendo o único filme brasileiro presente na mostra Panorama. "A Última Floresta" também foi selecionado para os festivais Visions du Réel, em Nyon, na Suíça, e para o Hot Docs, em Toronto, no Canadá.

O filme é produzido pela Gullane e Buriti Filmes em associação com a Hutukara Associação Yanomami e o ISA. A estreia em cinemas e plataformas de streamings no Brasil está prevista para o segundo semestre de 2021.

 

ISA

 

https://www.socioambiental.org/pt-br/noticias-socioambientais/a-ultima-floresta-filme-do-xama-davi-kopenawa-yanomami-estreia-no-festival-e-tudo-verdade

 

 
3697