Tchetchénia: Moscovo estuda Amnistia

Os líderes religiosos da Tchetchénia apresentaram ao Presidente russo, Vladimir Putin, um pedido para que os ex-combatentes tchetchenos fossem amnistiados, proposta esta que está a ser estudada pelo Kremlin.

Os líderes religiosos pediram amnistia para as pessoas “confundidas” que aderiram à chamada para integrarem comandos terroristas em nome de religião, muitos dos quais já depuseram as armas e querem reintegrar-se na vida civil.

O plebiscito no próximo Domingo sobre o futuro da República Tchetchena sobre o modelo da Constituição ditará a posição de Moscovo sobre a possível amnistia.

Timofei BYELO PRAVDA.Ru