Problema de droga dispara na Federação Russa

Os peritos estimam em mais de 3 milhões o número de toxico-dependentes crónicos na Federação Russa.

Entre 70 e 80% desta população são menores e jovens, de acordo com Boris Tselinsky, que acrescentou que cada vez mais crianças na faixa dos 7 a 9 anos estão a experimentar com drogas, salientando ainda que o número de drogados está aumentando mais rapidamente do que a população do país.

É mais um problema que a Rússia importou, juntamente com depressão econômica, desemprego, os sem-casa e um serviço nacional de saúde cada vez mais inacessível para a maioria dos cidadãos.

Olga SELYANINA PRAVDA.Ru