RÚSSIA: DEPORTADA UMA NORTE-AMERICANA

Segundo divulgou o centro de relações públicas do Serviço Federal de Segurança (FSB), Makry morou, durante longo tempo, em Moscovo com o visto vencido, estabelecendo contactos via Internet com várias organizações muçulmanas extremistas, sugerindo-lhes roteiros de atentados terroristas, em particular nos EUA, e oferecendo-se para ajudar a levá-los à prática.

© RIAN