Pravda.ru

Notícias » Mundo


Mineiro bombista se suicida no Congresso Boliviano

31.03.2004 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

O mineiro e dois polícias morreram neste incidente que aconteceu ontem em La Paz pouco depois do Presidente Carlos Mesa sair do Congresso. Um mineiro desempregado explodiu a bomba que carregava, matando ele próprio e dois polícias.

O mineiro trazia dinamite, que é barato e facil de comprar no mercado na Bolívia e reclamava contra o não pagamento duma pensão.. Dez pessoas foram feridas no incidente.

Eustaquio Picachuri entrou no Congresso por uma porta lateral e atravessou um corridor antes de fazer rebentar o dinamite que trazia à volta do seu corpo. Presidente Mesa disse aos jornalistas que “Foi um incidente lamentavel e isolado, sem quaisquer implicações políticas”. Disse ainda que o mineiro estava num estado de desespero.

Agentes de polícia passaram duas horas a negociar com o homem, a tentar persuadí-lo a desistir deste acto. Este incidente pode não Ter implicações políticas, mas vem numa hora muito delicada na vida da nação mais pobre da América do Sul, pois realça a situação de milhares de trabalhadores em Bolívia.

Mais que 70% da população vive abaixo da linha de pobreza, quase a mesma porcentagem quando o país era uma colonia da Espanha. Como naquele tempo, um elite de 10% controla os negócios do país, e o resto da população é composta por pobres fazendeiros indígenos.

A Bolívia tem uma longa tradição de exploração estrangeira, começando com os colonizadores espanhois no século 17, que extrairam as minas de prata de Potosi até a exhaustão. Hoje, o restante é explorado por mineiros que formam cooperativas, sem qualquer regime de segurança social ou protecção médica.

Eustaquio Picachuri foi um destes mineiros.

Hernan ETCHALECO PRAVDA.Ru BUENOS AIRES ARGENTINA

 
1810

Fotos popular