Pravda.ru

Notícias » Desporto


Lula denunciou interferência de procuradores estrangeiros no Brasil

21.04.2021 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Lula denunciou interferência de procuradores estrangeiros no Brasil. 35285.jpeg

Lula denunciou interferência de procuradores estrangeiros no Brasil

 

Brasília 19 Abr (Prensa Latina) O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva denunciou a interferência de promotores dos Estados Unidos e da Suíça no Brasil, em entrevista à rede de televisão catariana Al Jazeera, ampliada hoje pela mídia local.

 

'Gravamos vídeos de promotores americanos aplaudindo minha prisão, temos vídeos de promotores dizendo que era necessário me prender e temos documentos que comprovam a participação de promotores suíços', revelou Lula durante a palestra.

O fundador do Partido dos Trabalhadores acusou a extinta operação Lava Jato de fechar 4,4 milhões de empregos e atuar com a ajuda do Departamento de Justiça dos Estados Unidos e de promotores suíços.

'Tenho certeza de que havia interesses políticos brasileiros, interesses políticos americanos e interesses dos promotores suíços', insistiu.

Ele especificou que 'era muito dinheiro em jogo. A Petrobras era a terceira maior petroleira do mundo. Então houve interesse, mas o tempo vai mostrar', previu.

Sobre um possível retorno ao poder, ele respondeu que 'os empresários brasileiros, proprietários de fundos e banqueiros deveriam rezar todos os dias e fazer a promessa de governar novamente o Brasil'.

Ele citou as conquistas econômicas de seu mandato (2003-2011) para dizer que seria o melhor nome para reconstruir o país após a pandemia do Covid-19.

Mais uma vez, o ex-líder sindical reiterou que não tem intenção de falar em eleições.

É humanamente impossível para você imaginar que um político, que aparece na disputa eleitoral com amplas chances de vitória, diga que não é candidato, destacou.

'Quando chegar a hora de escolher, se estou em posição e os partidos progressistas no Brasil entendem que meu nome pode ser o melhor, obviamente terei vontade de ser candidato, só estou dizendo que não é minha prioridade agora para discutir a candidatura', comentou.

Sobre as recentes anulações de suas sentenças e a atuação do ex-magistrado Sérgio Moro, ele garantiu que não era juiz, 'é um mentiroso porque vem mentindo sobre mim desde que meu julgamento foi para Curitiba'.

'Estamos falando sobre a falsidade da acusação contra mim há cinco anos e só agora o Supremo Tribunal Federal decidiu tomar uma decisão', disse ele.

Sobre a gestão do presidente Jair Bolsonaro, o ex-líder sindical comentou que nunca levou a sério a pandemia, prescreveu medicamentos sem eficácia comprovada e não adotou medidas restritivas para prevenir a disseminação do vírus que já causou mais de 373 mil mortes até o momento.

'Parte da crise que vivemos se deve à total irresponsabilidade do nosso governo. Ele (Bolsonaro) não foi responsável com o povo brasileiro, com a ciência, com o sistema de saúde, e é por isso que o Brasil hoje se tornou o epicentro do Covid -19 ', enfatizou.

mem/ocs/jcfl

 

 

https://www.prensalatina.com.br/index.php?o=rn&id=40387&SEO=lula-denunciou-interferencia-de-procuradores-estrangeiros-no-brasil

 

 
3886