Seleção nacional da Rússia poderia perder seu técnico

A seleção nacional da Rússia pode perder o técnico.O atual treinador, o holandês Guus Hiddink está acusado em seu país por sonegar impostos. O Ministério Público pediu a sua detenção nesta terça-feira.

De acordo com os acusadores, Hiddink teria burlado o fisco da Holanda em cerca de 1,4 milhões de euros entre 2002 e 2003. Na época, ele dizia viver na Bélgica, mas dirigia o holandês PSV Eindhoven, clube que defendeu também como jogador. Hiddink pode receber 10 meses de prisão. Negou ter cometido qualquer delito de forma voluntária.

"Isto não é uma falha casual, mas deliberada, pensada", acusou Mischa Tol, porta-voz do Ministério das Finanças, acrescentando que o treinador não viveu o tempo suficiente na Bélgica para declarar a sua primeira residência no país vizinho.

Os advogados de Hiddink vão apresentar a defesa a 12 de Fevereiro e o caso começará a ser julgado a 26 em Den Bosch.

O retorno do treinador ao time dos Países Baixos aconteceu logo após sua passagem pela seleção da Coréia do Sul, que foi às semifinais da Copa do Mundo de 2002.

Sportungal