Pravda.ru

Notícias » Desporto


«Jaguar», de António Carlos Cortez, vence Prémio Literário António Gedeão

05.10.2020 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
«Jaguar», de António Carlos Cortez, vence Prémio Literário António Gedeão. 34108.jpeg

«Jaguar», de António Carlos Cortez, vence Prémio Literário António Gedeão

AbrilAbril

5 DE OUTUBRO DE 2020

  •  
  •  
  •  

A Fenprof assinala que o autor, com esta obra inovadora, se vem juntar a nomes cimeiros da literatura portuguesa contemporânea.

 

António Carlos Cortez, com a obra Jaguar (D. Quixote 2019), venceu o Prémio de Poesia António Gedeão 2020, instituído pela Federação Nacional de Professores (Fenprof/CGTP-IN) com o apoio da SABSEG, e que, em 2018, tinha sido ganho por Daniel Jonas, com a obra Oblívio, em 2016, por Nuno Júdice, com A Convergência dos Ventos, em 2014, por Manuel Gusmão, com Pequeno Tratado das Figuras, e por Ana Luísa Amaral, em 2012, com Vozes.

O júri, constituído por Paulo Sucena, José Manuel Mendes e Paula Mendes Coelho, destacou «a elevada qualidade da maioria das obras a concurso» e justificou a atribuição do prémio à obra Jaguar por «se tratar de uma obra inovadora».

A Fenprof assinala com satisfação que António Carlos Cortez se vem juntar a nomes cimeiros da literatura portuguesa contemporânea na área da poesia, cujo prémio alterna com o Prémio de Poesia Urbano Tavares Rodrigues, que foi ganho, por Ana Cristina Silva, em 2013, por Lídia Jorge, em 2015, por Isabela Figueiredo, em 2017 e por Luísa Costa Gomes, em 2019.

 

Foto: e-cultura

https://www.abrilabril.pt/cultura/jaguar-de-antonio-carlos-cortez-vence-premio-literario-antonio-gedeao

 

 
2081

Fotos popular