Dia da industrialização da África

Tecnologia da Informação. Para alguns, uma realidade diária. Para outros, um enigma. Kofi Anna quer que seja uma realidade para os africanos.

“A industrialização da África e as Tecnologias Novas de Informação e de Comunicação (TIC) podem aumentar a produtividade e juntar pólos distantes, reduzindo custos de transportação e de comunicação”, disse o Secretário-Geral da ONU.

Acrescentou que os produtores africanos podem ligar os seus centros de negócios aos outros pelo mundo fora, usando as novas tecnologias e encorajou os governos africanos a providenciarem as condições para os seus cidadãos terem acesso às TIC, para que pudessem competir numa base de igualdade.

Jan Kavan, o Presidente da Assembleia Geral, declarou que até 2025, metade da população da África viverá em cidades: “As TIC vão facilitar o desenvolvimento humano, vão acelerar o comércio intra-África e melhorará o acesso aos mercados dos países desenvolvidos”.

Enquanto a África não tiver as mesmas ferramentas que os países desenvolvidos, não pode colher a mesma ceara.

Acácio BANJA PRAVDA.Ru LUANDA ANGOLA