Timor Loro Sae: O direito se repõe

Vinte soldados indonésios foram indiciados ontem por crimes contra a humanidade na semana passada relativamente aos crimes cometidos contra o povo de Timor Loro Sae durante o processo de independência da Indonésia em 1999.

Os crimes, além de assassínio, foram violação e tortura, de acordo com o porta-voz da ONU, Fred Eckhard, que acrescentou que “A ONU considera da maior importância a conclusão destas investigações em casos de crime”, afirmando que os relatórios são preparados por pessoal da ONU.

Lao MENDES PRAVDA.Ru DILI TIMOR LORO SAE

Subscrever Pravda Telegram channel, Facebook, Twitter

Author`s name: Pravda.Ru Jornal