Crimes de Guerra no Iraque

“A Embaixada da República do Iraque em Lisboa apresenta os seus melhores cumprimentos a todas as Organizações Humanitárias no Brasil

“Tem a honra de informar que a agressão anglo-americana no Iraque deixou graves consequências na população civil, destruindo casas particulares, mercados, centros de serviços públicos, armazéns públicos de alimentos, depósitos de medicamentos, hospitais, carros de ambulâncias, centros e carros de bombeiros, estações de refinar água, electricidade e centros de comunicação.

“Esta agressão selvagem é uma chacina, a qual nos faz lembrar do que os bárbaros mongóis fizeram quando destruíram as civilizações e praticaram a mania de assassinar sem qualquer razão ou justificação moral.

“A única classificação que podemos dar a essa agressão é genocídio contra o povo iraquiano. Nós apelamos a todas as Organizações Humanitárias no Brasil para que juntem os seus esforços para parar esta agressão imediatamente, e reclamem o julgamento dos políticos americanos e britânicos, que cometeram esta agressão no tribunal de delito de genocídio e como criminosos de guerra, merecendo a condenação.

“A Embaixada da República do Iraque aproveita esta ocasião para reiterar às Organizações Humanitárias no Brasil os protestos da sua mais elevada consideração”.

República do Iraque