44 ANGOLANOS CONCLUIRAM FORMAÇÃO SUPERIOR NA RÚSSIA EM 2002

Estes dados foram revelados recentemente em Moscovo pelo embaixador de Angola na Rússia, general Roberto Leal Monteiro “Ngongo”, na sua mensagem de Ano Novo dirigida à Comunidade Angolana neste país do leste europeu e na CEI.

O diplomata sublinhou que 37 dos recém formados já regressaram ao País e os restantes 7 prosseguem os estudos para obtenção do grau científico de mestre.

Realçou também que no ano passado, 40 jovens técnicos fizeram na Federação da Rússia um curso de superação para assegurarem o funcionamento da barragem de Kapanda, o maior complexo hidroeléctrico de Angola.

Segundo o embaixador, 2002 foi um ano fortemente marcado por muitas acções visíveis no quadro do reforço da cooperação entre Angola e a Rússia. “Só assim se explica a enorme movimentação nos dois sentidos quanto a troca de correspondência diplomática, tanto ao nível presidencial como ao nível ministerial que fizeram evoluir a já tradicional concertação de posições nos principais assuntos da política internacional”, acrescentou.

Outrossim, Roberto Leal Monteiro destacou o acordo assinado em Dezembro último, em Moscovo, pelo Instituto de Relações Internacionais do Ministério das Relações Exteriores de Angola e pela Academia Diplomática da Rússia, que visa o intercâmbio no domínio da formação e capacitação de quadros.

Fonte: Embaixada da Angola na Federação Russa