Author`s name Lulko Luba

Assassinato de Litvinenko custou 30 milhões de dólares

As primeiras notícias sobre os rezultados da autópsia do corpo de Litvinenko tornam-se sensacionais. A quantidade de polónio 210 encontrada no corpo do ex-agente do FSB (Serviço de Segurança Federal da Rússia) poderia ter sido fatal para cem pessoas e adquerir essa dose teria custado cerca de 30 milhões de euros , comunica o  diário británico Guardian baseando-se nas informações dos familiares de Litvinenko .

 A notícia do Guardiam se é certa , descarta a versão de envenenamento premediato de Litvinenko. Ninguem teria comprado um veneno por tal custo para matar um desertor desconhecido.

Para conhecer os resultados oficiais da autópsia realizada na sexta-feira em Royal London Hospital terá que esperar uns dias.

 Uma das versões mais prováveis é o Litvinenro ter envolvido numas operações da venda de material radioactivo ou da produção de um dispositivo portátil nuclear. A favor desta conclusão é a declaração de Mario Scaramella a dizer o Litvinenko ter contrabandeado material nuclear para fora de seu país , quando era um funcionário do FSB.

Além disso um ano atrás o padrão de Litvinenko, Boris Berezovski, anunciou os chechênos terem tido uma bomba atómica .

O diário “Sunday Express” garante que a Polícia britânica investiga uma possível ligação do ex-agente a grupos terroristas islâmicos, entre eles a al-Qaeda. Tudo porque, alegadamente, Litvinenko antes de morrer e tinha boas relações com os separatistas chechenos, para quem poderia estar a traficar material radioactivo para usar numa”‘bomba suja”.

Subscrever Pravda Telegram channel, Facebook, Twitter