Pravda.ru

Mundo

Assasinato no País Basco: Governo suspende a campanha eleitoral

07.03.2008
 
Assasinato no País Basco: Governo suspende a campanha eleitoral

Após o assassinato de um ex-vereador socialista no País Basco (norte) e convocou todos os partidos políticos no Congresso dos Deputados para esta sexta-feira à tarde, o governo espanhol suspendeu a campanha eleitoral a dois dias das eleições parlamentares , informa AFP.

O candidato socialista e presidente do governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, conversou por telefone com o adversário conservador do PP, Mariano Rajoi, nas eleições de domingo, e ambos concordaram com a suspensão da campanha.

O ex-vereador do Partido Socialista Isaias Carrasco morreu, após ser baleado na cidade basca de Arrasate, no norte da Espanha, informaram fontes do Governo regional do País Basco.

O político, de 43 anos, recebeu três disparos na nuca quando saía de seu domicílio em companhia de sua filha.

O ataque ocorre a dois dias das eleições gerais do próximo domingo na Espanha, no último dia de campanha eleitoral no país.

O presidente do Governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, foi informado do atentado ao término de um ato eleitoral na cidade de Málaga, de onde retornou diretamente para Madri.

O assassinato aconteceu às 9h30 (de Brasília), quando o criminoso se aproximou de Isaias Carrasco, que saía de seu domicílio, em companhia de sua filha, e disparou três tiros no político espanhol.

Isaias Carrasco foi vereador do Partido Socialista em Arrasate até as últimas eleições municipais, realizadas em maio de 2007, segundo Efe. 


Fotos popular