Pravda.ru

Mundo

Vôo do condor

06.05.2008
 
Pages: 12


Esses dados, que a imprensa brasileira escondeu, fortalecem as denúncias dos vínculos familiares e pessoais do presidente Uribe com o narcotráfico e com os grupos armados ilegais que desde os anos 70 perseguem, torturam e assassinam lideranças sociais e populares. Virgínia Vallejo, ex-mulher do famigerado líder do cartel de Medellín, Pablo Escobar, revelou ligações do narcotraficante com o pai do presidente na década de 90. Como a comprovar, o relatório de 1991 da Agência de Inteligência da Defesa descreveu o atual presidente da Colômbia como estreito colaborador do cartel e “amigo próximo" de Pablo Escobar. Hoje, o país tem a maior taxa de assassinatos de sindicalistas no mundo. [7]


A história política pregressa e atual do presidente colombiano tem trazido muitas inconveniências a Washington, que vem investindo pesadamente na Colômbia como possibilidade única de estabelecer o QG sul-americano do seu expansionismo econômico. A pretensão de Bush de incorporar o país ao bloco da Alca, por exemplo, esbarra na forte oposição do Congresso dos EUA, pressionado pelos maiores sindicatos de lá. Motivo: o assassinato de milhares de lideranças sindicais colombianas pelo Exército e pelos grupos paramilitares aliados de Uribe. Aliança que fez o Parlamento Europeu também condenar o (narco-) para-presidente. [8]

Sidnei Liberal

Pages: 12

Fotos popular