Pravda.ru

Desporto

Henry Giménez – as camarinhas da tevê e as pancadas pousaram-se nele no estádio cruz-serrano

19.08.2009
 
Pages: 123

P : Na hora que o jogo foi suspenso pelo árbitro, alguém da Diretoria do Blooming deu aquele pulinho até o vestiário do River Plate pedindo que os desculpasses?

HENRY : Ninguém entrou em contato comigo mas quem sabe são eles os que teriam que pedir desculpas. Acho que acabou sendo mais chocante para eles do que para mim. Se o jogo tivesse continuado, poderiam ter conquistado o empate primeiro e a vitória logo. Nem sei se eles são os responsáveis pela agressão, tinha muita torcida lá no Estádio e nem sempre pode-se conter cada um dos torcedores. Acho que a lotação foi de 10 mil e fora esse torcedor, o resto estava torcendo da forma que sempre acontece neste tipo de torneio. O resto acabou curtindo uma festa de futebol.

P : Faz pouco tempo foste seduzido por uma proposta de Portugal, não é?

HENRY : Dois anos atrás tive uma possibilidade no México, logo algumas da Europa mas nada acabou se concretizando, ainda estamos aqui no River Plate de olho nesta Sul-Americana e o Torneio Uruguaio que vai começar semana que vem. Tento aprimorar o meu jogo a cada dia procurando ganhar uma possibilidade para emigrar logo. Por enquanto, foco-me neste River.

P : Caso passar este mata-mata na Sul-Americana, conhece os possíveis rivais?

HENRY : Olha aí, acho que com o vencedor do jogo entre os times brasileiros, Vitória e Coritiba. Eu assisti o primeiro jogo que o Vitória venceu de 2 x 0 em casa. Os dois são rivais duros e tanto, do estilo brasileiro mas para aí que o nosso primeiro degrau é ultrapassar o Blooming no Estádio Centenario . Não estou querendo me surpreender mais uma vez, mais logo vamos ter tempo para planejar de olho nestes dois times brasileiros. Vamos ter que ficar muito concentrados para progredir na Taça perante qualquer um deles.

P : Achou que o Vitória é melhor do que o Coritiba na hora da avaliação do resultado final?

HENRY : Sabe o que, tratou-se de um jogo muito equilibrado. Acho que o Vitória conquistou os gols, esses que contagiam á torcida em casa e o Coritiba não. No outro jogo acho que o Coritiba vai vencer só que não posso chutar se vai absorver esses dois gols de diferença. Mais uma vez vou te repetir, nosso primeiro alvo é ultrapassar o Blooming, os brasileiros só vão vir logo caso continuarmos na Sul-Americana.

P : Fora a classificação ou não do River na próxima rodada da Sul-Americana, ficou cativado pelo estilo de jogo de alguns jogadores do Vitória e o Coritiba?

HENRY : Todos os jogadores brasileiros são de grande qualidade técnica e até no físico. As quadras parecem ter bem mais superfície mas é incrível quanto eles galgam pelo gramado, do jeito que eles tocam a bola, Não vou descobrir nada, trata-se de times brasileiros, isso aí só fala mais alto.

P : Nesse processo da seleção uruguaia que treina o Maestro Washington Tabarez, acabou tendo sua oportunidade, não é?

HENRY : Felizmente tive minha oportunidade já. Joguei duas partidas de confraternização com a seleção da Turquia e da Noruega; na Classificatória rumo a África do Sul 2010 tive minha chance na turma perante a Venezuela e o Peru. Foi o maior orgulho para mim até agora e tomara consiga xerocar no futuro, bem melhor se fosse daqui a pouco perante o Peru em Lima e a Colômbia em Montevidéu pois Uruguai tem muitos desafios importantes na frente.

P : Qual é aquele grande jogador que teve como espelho desde o início da tua carreira profissional?

HENRY : Tem muitos jogadores de qualidade no mundo todo e os brasileiros tem esse acréscimo que os «vestem» sempre como grandes destaques. Kaká para mim é um grandíssimo jogador e profissional. Como referência uruguaia o Álvaro «Chinês» Recoba foi um destaque mesmo que agora não está na cimeira. Um jogador que tem esse diferencial quanto ao resto. Na posso me esquecer do Cristiano Ronaldo que além de popular trata-se de um grande jogador. Adoro assistir aos jogos nos quais o Cristiano Ronaldo faz parte pois, ele é proprietário de uma magia especial e fora isso, prodiga-se em campo de jeito único. O argentino Messi. Daria para continuar mas ao meu ver, esses são os craques internacionais hoje.

P : Tiro conclusões e... o Real Madrid pode conquistar todos os canecos da temporada, com essa parceria do Kaká e o Cristiano Ronaldo vestindo a mesma cor de camisa?

HENRY : Tomara para os «Cremes» de Madri der para concretizar essas promessas no gramado. Nem sempre juntar no mesmo time os melhores craques do mundo é sinônimo de sucesso, acabou acontecendo com o próprio Real Madrid. É bom lembrar que futebol continua sendo uma parceria de todos os membros do time, são muito poucas as oportunidades que os craques isolados conseguem sucesso.

P : Qual é o estilo de jogo você gosta bem mais para continuar tua carreira fora a divisa uruguaia? O brasileiro vá de mãos dadas com o teu próprio estilo?

HENRY : Se lembra, já tinha dito que o futebol brasileiro é muito agradável, com extrema dinâmica e quanto tem a ver com técnica e físico. Porém ser parte desse futebol seria uma escolha boa pois sempre exprime qualidade, o negócio é absorver tudo.

P : Compartilhe conosco o seu Currículo?

Pages: 123

Fotos popular