Pravda.ru

CPLP » Moçambique

Mais do que caridade, Moçambique precisa de soluções inovadoras

19.01.2021
 
Mais do que caridade, Moçambique precisa de soluções inovadoras. 34757.jpeg

Mais do que caridade, Moçambique precisa de soluções inovadoras

O trabalho de construção de escolas com técnicas de construção resilientes e mistas vem trazer nova confiança e segurança ao Governo e às comunidades para futuras ameaças de desastres naturais. Em resposta de emergência do Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano de Moçambique, a Oikos está a construir salas de aulas resilientes ao impacto de chuvas, ciclones e inundações.

Moçambique é alvo constante de desastres naturais, principalmente nas regiões centro e norte do país, com repercussões económicas e sociais graves, resultando num aumento da vulnerabilidade das comunidades e danos sérios nas infraestruturas sociais e produtivas. É preciso apoiar estas comunidades na preparação e gestão do risco de desastres naturais e contribuir com soluções preventivas e duradouras que reduzam o impacto destes fenómenos, bem como envolver a comunidade no processo. Com o envolvimento da comunidade na construção abre-se um espaço para que esta se aproprie do processo construtivo e das escolas em si, o que é um fator determinante para o seu bom uso, conservação e manutenção.  

A diferença destas escolas, construídas pela ONG portuguesa Oikos é que combinam materiais de construção convencional com o máximo de conhecimento e recursos locais, adotando padrões de reconstrução melhorados e resultando numa melhor resiliência a futuras ameaças naturais. Pretende-se melhorar a capacidade de resposta das estruturas, principalmente aos impactos de ventos e chuvas fortes, assim como reduzir a manutenção rotineira e reconstrução recorrente das infraestruturas em cada época chuvosa e ciclónica.

Os alunos destas comunidades têm aulas ao relento, no chão, ou em estruturas precárias e agora “será um alívio e orgulho para as crianças e pais, saberem que os seus filhos estudam em locais apropriados e seguros. Além disso este trabalho envolve a comunidade na construção, significando que o know-how fica para outras construções locais. Para o governo isto significa um impacto muito positivo pois as experiências adquiridas podem ser utilizadas na construção também das habitações locais. Esta técnica vai evitar muita da destruição provocada pelas chuvas anuais”, testemunha Florência Razo Alface, Administradora do distrito de Muecate na provincia de Nampula, na visita às obras.

Estes novos complexos que incluem salas de aulas, blocos administrativos, sanitários e casas para professores vão melhorar as condições de estudo de mais de 7000 alunos e consequente comunidade escolar das escolas nos distritos de Muecate, Nacaroa e Monapo, provincia de Nampula.

Este é um trabalho feito em parceria com o Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano através da Direção de Infraestruturas e Equipamentos Escolares em Moçambique. O financiamento é da Agência Internacional de Desenvolvimento do Banco Mundial.

Oikos


Fotos popular