Pravda.ru

CPLP » Angola

Artistas angolanos sofrem golpe econômico da Covid-19

08.01.2021
 
Artistas angolanos sofrem golpe econômico da Covid-19. 34691.jpeg

Artistas angolanos sofrem golpe econômico da Covid-19
 
Luanda, 8 jan (Prensa Latina) Angola comemora hoje o Dia Nacional da Cultura com restrições sanitárias devido à Covid-19, que reduziu as possibilidades de emprego e rendimento para muitos artistas que procuram alternativas para sobreviver.


A fim de festejar o aniversário, a União Nacional dos Artistas Plásticos (UNAP) anunciou a inauguração está sexta-feira de uma exposição de pintura e escultura na sede daquela instituição, em Luanda.

Em declarações ao Jornal de Angola, o secretário-geral da UNAP, Tomás Ana, 'Etona', referiu que a mostra reúne 25 obras significativas de diversos criadores, apesar das dificuldades devidas à falta de apoio financeiro.

Na opinião da artista plástica Fineza Teta, o Executivo deve trabalhar na criação de políticas mais inclusivas para contrariar os efeitos da Covid-19, indica um relatório da agência noticiosa angolana (Angop).

Segundo Teta, os esforços devem ser promovidos por empresários e bancos, para que os projetos culturais avancem com mais regularidade; os criadores das artes visuais, acrescentou, também precisam se reinventar para sair da crise gerada pela pandemia, assim como os músicos.

Na opinião do Diretor Nacional da Cultura, Euclides da Lomba, seria conveniente criar um fundo de desenvolvimento cultural para apoiar os criadores.

O apoio que surge no mercado beneficia apenas uma pequena parte dos artistas, disse o responsável à agência Angop.

Segundo Lomba, o Estado deve deixar de ser o principal financiador do sector das artes e abrir espaços para que entidades privadas invistam na construção de casas de cultura e escolas de formação, bem como em eventos nacionais.

2020 foi completamente atípico, a Covid-19 afetou a vida social, econômica, pública e familiar e a área da cultura, em particular, sofreu muito porque externalizou diversos serviços como buffet, produção de spots publicitários, design, som e devido aos milhares de famílias ficaram sem sua principal fonte de sustento, disse ele.

O país está no caminho certo em termos de produção artística, mas tem dificuldades em ver a circulação de produtos e equipamentos culturais, disse.

A data aqui escolhida para o Dia Nacional da Cultura comemora o discurso que o primeiro Presidente da República, António Agostinho Neto, proferiu a 8 de Janeiro de 1976, na sede da União dos Escritores, sobre os fundamentos da identidade angolana.

https://www.prensalatina.com.br/index.php?o=rn&id=37476&SEO=artistas-angolanos-sofrem-golpe-economico-da-covid-19

Foto: Por Erik Cleves Kristensen - Sunset over Luanda, Angola, CC BY 2.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=2048941


Fotos popular