Author`s name Timothy Bancroft-Hinchey

Com risco de teto desabar, estádio olímpico do Rio fecha por tempo indeterminado

Com risco de teto desabar, estádio olímpico do Rio fecha por tempo indeterminado

A três anos da Olimpíada de 2016, o Rio de Janeiro ainda não sabe o que fazer para salvar o Estádio Olímpico João Havelange, conhecido como Engenhão, palco das provas de atletismo dos Jogos. Inaugurado há seis anos, ao custo de R$ 376 milhões, ele está interditado por tempo indeterminado porque o teto corre risco de desabar.

Por Mauro Graeff Júnior/Canarinho Press

Foto: Getty Images

Partiu do prefeito do Rio, Eduardo Paes, a decisão de interditar o estádio. Ele levou em consideração laudos de uma empresa alemã que apontavam risco de desabamento da cobertura caso houvesse ventos de mais de 63 km/h, o que não é muito difícil de acontecer no Brasil. A estimativa é de que um diagnóstico dos problemas saia em até 60 dias para depois começarem as obras de reparação na estrutura metálica que sustenta o teto. Não há prazo para o estádio ser liberado, mas especialistas acreditam que este ano ele não seja mais reaberto ao público.

"O consórcio que construiu o estádio vem monitorando sua estrutura e me procurou hoje dizendo que há problemas estruturais, de projeto. Perguntei se o problema representava algum risco e, diante da resposta afirmativa, decidimos pela interdição. Não vou brincar com isso", afirmou o prefeito do Rio.

A situação é crítica para o futebol do Rio de Janeiro porque o Maracanã, ou outro grande estádio, está fechado devido às reformas para a Copa do Mundo de 2014 e será liberado para jogos dos clubes somente depois de julho. Com a interdição, os grandes clubes do Rio serão obrigados a jogar no interior do Estado. O único que tem estádio próprio é o Vasco da Gama. O Flamengo, por exemplo, clube com maior torcida do mundo, jogará em um estádio pequeno na cidade de Volta Redonda, a 124 km da capital. 

Jogo de empurra

A prefeitura anunciou que a prioridade é fazer o diagnóstico dos problemas para começar as obras de reparo. Só depois disso fará uma investigação dos culpados do problema, já que trata-se de um estádio novo. O engenheiro responsável pelo projeto e a construtora que terminou a obra já negaram responsabilidades.

O Estádio João Havelange foi construído para os Jogos Pan-Americanos de 2007. Foi inspirado no Estádio da Luz, do Benfica, em Portugal. A obra começou em 2003 orçada inicialmente em R$ 60 milhões, mas o custo final chegou a R$ 376 milhões. Na época, as obras atrasaram e a empresa que começou a construção desistiu do projeto.