Pravda.ru

Negόcios

Brasil: Tendências na pecuária

28.03.2008
 
Pages: 12

Estes dados confirmam a tendência de redução do crescimento do abate de matrizes observada a partir de 2004, acentuando-se em 2005, que somada à redução do abate de animais jovens e o aumento dos preços do bezerro pode significar o fim de um ciclo pecuário e o início da reposição dos rebanhos. O elevado crescimento do abate de vacas de 2002 a 2004 reduziu a capacidade de reposição do rebanho, o que pode explicar a situação atual de preços elevados e reduzida oferta de bezerros.

O peso total das carcaças de bovinos no 4º trimestre de 2007 foi de 1,7 milhão de tonelada, uma queda de 6,9% com relação ao 4º trimestre de 2006 e de 6,0% com relação ao 3º trimestre de 2007.

Os principais estados em abate de bovinos no 4º trimestre de 2007 foram: Mato Grosso, São Paulo e Mato Grosso do Sul. Em novembro, segundo a Instrução Normativa n.º 53, dezessete estados brasileiros passam a enquadrarem-se na área livre de febre aftosa com vacinação, inclusive Mato Grosso do Sul. No entanto, a identificação de um ou mais casos da doença implica na suspensão da classificação por determinado período de tempo. Santa Catarina é o único estado classificado como livre de febre aftosa sem vacinação.

Frangos

No 4º trimestre de 2007 foram abatidas 1,1 bilhão de unidades de frangos, representando aumentos de produção de 12,3% com relação ao 4º trimestre de 2006 e de 4,7% com relação ao 3º trimestre de 2007.

Com relação ao peso de carcaça houve registro de 2,4 milhões de toneladas de frangos. Com isto o aumento foi de 17,1% com relação ao 4º trimestre de 2006 e de 7,1% com relação ao 3º trimestre de 2007.

Os principais estados que abateram frangos no 4º trimestre de 2007 foram: Paraná, Santa Catarina e São Paulo.

Suínos

No 4º trimestre de 2007 foram abatidas 6,8 milhões de unidades de suínos, representando aumento da produção de 2,8% com relação ao 4º trimestre de 2006 e queda de 0,1% com relação ao 3º trimestre de 2007.

Ao se avaliar o peso de carcaça observa-se o registro de 610,2 mil de toneladas do produto. Comparativamente ao 4º trimestre de 2006 houve aumento de 2,0% e queda de mesmo percentual com relação ao 3º trimestre de 2007.

Os principais estados em abate de suínos foram: Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná.

Aquisição de Leite

No 4º trimestre de 2007 foram adquiridos pelos estabelecimentos industriais 4,9 bilhões de litros de leite, representando aumentos da aquisição de leite de 6,2% com relação ao 4º trimestre de 2006 e de 10,3% com relação ao 3º trimestre de 2007.

Quanto ao leite industrializado houve o registro de aproximadamente 4,9 bilhões de litros, aumento de 6,2% com relação ao 4º trimestre de 2006 e de 10,4% com relação ao 3º trimestre de 2007.

Os principais estados a receberem leite cru foram Minas Gerais, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Aquisição de Couro

No 4º trimestre de 2007 foram adquiridos 9,6 milhões de unidades de couro cru segundo a Pesquisa Trimestral do Couro. Assim observaram-se quedas de 11,9% com relação ao 4º trimestre de 2006 e de 6,9% com relação ao 3º trimestre de 2007.

Quanto ao couro efetivamente curtido pelos estabelecimentos investigados pela pesquisa, houve o registro de 9,6 milhões de unidades. Quedas de 13,0% com relação ao 4º trimestre de 2006 e de 6,8% com relação ao 3º trimestre de 2007.

Os estados de São Paulo, Mato Grosso e Rio Grande do Sul foram os que mais adquiriram couro no 4º trimestre de 2007.

Produção de Ovos de Galinha

No 4º trimestre de 2007 foram produzidos 550,8 milhões de dúzias de ovos de galinha, o que representou um aumento de 3,3% com relação ao 4º trimestre de 2006 e de 1,2% com relação ao 3º trimestre de 2007.

Os estados de São Paulo, Minas Gerais e Paraná foram aqueles que mais produziram ovos no 4º trimestre de 2007.

Fonte IBGE

Ricardo Bergamini

ricoberga@terra.com.br
rbfln@terra.com.br
http://paginas.terra.com.br/noticias/ricardobergamini

Pages: 12