Pravda.ru

Negόcios

América Latina perde 26 milhões de empregos com a pandemia do covid-19

14.04.2021
 
América Latina perde 26 milhões de empregos com a pandemia do covid-19. 35240.jpeg

América Latina perde 26 milhões de empregos com a pandemia do covid-19

 

Genebra (Prensa Latina) Cerca de 26 milhões de empregos foram perdidos hoje na América Latina e no Caribe como resultado da pandemia do Covid-19, aponta um novo relatório da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

O documento aponta que o ano de 2021 começou com um panorama trabalhista complexo, agravado pelas novas vagas de infecções e pelos lentos processos de vacinação que tornam mais incertas as perspectivas de recuperação em matéria trabalhista.

A busca por uma melhor normalidade exige ações ambiciosas para se recuperar dos contratempos do mundo do trabalho, alertou o diretor da OIT para a América Latina e Caribe, Vinícius Pinheiro, que está empenhado em gerar oportunidades de trabalho decente e uma recuperação econômica com mais e melhor empregos.

 

Para atingir esses objetivos, Pinheiro acredita ser adequado abordar as condições de trabalho pré-existentes na região, que explicam a magnitude do impacto da contingência da saúde no emprego latino-americano, uma vez que muitos dos desafios anteriores à pandemia continuam existindo, embora agora sejam mais urgentes, assegurou.

O representante da OIT destaca, entre vários fatores, a elevada informalidade, espaços fiscais reduzidos, desigualdade persistente, baixa produtividade e pouca cobertura de proteção social, tudo isso somado a problemas como o trabalho infantil e forçado.

Segundo a OIT, o desemprego mostra apenas parcialmente a magnitude das dificuldades que os mercados de trabalho da região enfrentam, que podem aumentar consideravelmente, uma vez que os milhões de pessoas que deixaram de participar dele voltem ao mercado de trabalho.

O relatório também afirma que esse déficit de empregos formais se tornará mais evidente em determinados grupos populacionais, como os jovens e as mulheres, que têm maiores dificuldades em encontrar um emprego permanente.

A OIT conclui que as perspectivas de recuperação econômica para 2021 são modestas e ainda muito incertas, pelo que as expectativas quanto a uma possível reversão da situação crítica do mercado de trabalho devem ser muito cautelosas.

mem/crc/jcfl

 

 

 

 

https://patrialatina.com.br/america-latina-perde-26-milhoes-de-empregos-com-a-pandemia-do-covid-19/