Pravda.ru

Sociedade » Mundo do Showbiz

Musas brasileiras se preparam para o Carnaval

18.01.2008
 
Musas brasileiras se preparam para o Carnaval

Às vésperas do Carnaval cada musa se prepara com a arma que lhe convém. No Salgueiro, Viviane Araújo trocou os músculos por mais curvas. "Fiz uma lipo na cintura, reduzi a carga de exercícios e o peso na malhação", explica ela, segundo O Dia.

Ângela Bismarck, a rainha das cirurgias plásticas e da Porto da Pedra, defende que é melhor ser feminina. "Tem umas musas que estão exagerando. Adoro corpo torneado, mas não tomo esses remédios para secar o corpo, nem malho muito meu braço. Não gosto de mulher forte", opina.

Representante das mulheres "tanque", que investem pesado na malhação, Adriana Bombom, da Portela, é direta na resposta às críticas. "As invejosas que falam. Às barrigudas só resta falar mal. Tem que ter disposição, minha dieta é muito complicada, tem dias que bate um mau humor, mas como eu gosto do resultado, encaro.

Quem não gostaria de ter um bumbum durinho e uma barriga sequinha? Quem não gosta tem que se internar", desafia Adriana, cuja receita para ganhar massa muscular inclui ainda doses diárias da mistura de clara de ovo com batata cozida. "Há três anos, pesava 59kg. Hoje estou com 64 kg, só de músculos", conta Bombom.

Também da turma da clara de ovo e da musculação, Gracyanne Barbosa, nova rainha da Mangueira, usa musas consagradas para defender um ponto de vista polêmico: não é preciso ter samba no pé para fazer um bom desfile.

"Eu me inspiro na Juliana Paes. Ela interage com os ritmistas e tem carisma, como acontecia com a Luma de Oliveira, que não sabia sambar, apesar da simpatia", surpreende a dançarina.

Afastada desde 2005, quando reinou na Caprichosos de Pilares, Luma não comentou a alfinetada. Segundo seu irmão e assessor, Mem de Oliveira, ela vai viajar nos dias de folia.

Como rainhas "Simpatia é quase amor" estão Grazielli Massafera e Natália Guimarães. A atriz estreou na Grande Rio em 2007, impulsionada pela fama conquistada no Big Brother Brasil.

Com pouco samba no pé, mas com humildade, saiu ovacionada da avenida. "Não tenho pernão e nem bumbum para ser rainha de bateria. Na hora em que caí na Avenida, ano passado, fiquei desesperada. Mas o público me aplaudiu e me deu força", lembra ela, que vai passar a lição para a amiga e Miss Brasil 2007, rainha da Vila Isabel.

"Estou ansiosa, fazendo aulas para aprender a sambar. Vou compensar inexperiência com garra", promete Natália, que desbancou a então rainha da escola, Adriana Perret, cria do samba.

De raiz ou novata, sarada ou curvilínea, todas as rainhas foram convidadas por Adriane Galisteu, que sai à frente da Unidos da Tijuca, para uma trégua na disputa, durante a bacalhoada da escola, dia 27, na Barra da Tijuca, no Rio.


Loading. Please wait...

Fotos popular