Pravda.ru

Sociedade » Incidentes

Direto do Paraíso

31.03.2019
 
Direto do Paraíso. 30714.jpeg

Direto do Paraíso

Minhas fontes no Paraíso disseram essa semana que o Big Boss não está nenhum um pouco satisfeito com as pessoas em geral e especificamente com os brasileiros.
O Leonel, um dos meus informantes mais confiáveis, usou até um termo chulo para caracterizar o ânimo dele: o Big Boss está de saco cheio.


Outro informante, talvez o mais antigo deles, o Getúlio, falou que o Big Boss parece ter retrocedido àquela época em que ameaçava todo mundo com raios e trovões.
Segundo ele me confidenciou, o  Chefão voltou a falar em dilúvio e em Sodoma e Gomorra, temas que pareciam esquecidos no Paraíso.
Uma das causas de irritação dele é o comportamento do seu Representante Maior, o Bergóglio. 


O Chefão viu num telejornal, ele fazendo um jogo de cena com o pessoal que foi cumprimentá-lo, tirando a mão na hora em que queriam beijar seu anel. 
Ele fica bancando o populista para angariar simpatias na esquerda e o Chefão não gostou
-Ele fica dizendo que é o anel do Pedro, mas sabe que é um anel de fantasia que o Pedro jura que nunca usou. Tá certo que não dá pra acreditar nas juras do Pedro, principalmente naquele episódio que jurou três vezes não conhecer meu filho. Bom, mas isso é outra história.


O Chefão já pensou mais de uma vez em chamar o argentino para consultas, como fez aquele vez com o Luciani.
Faz tempo,essa história.


Em 1976, o Condomínio se reuniu para escolher o novo Representante Maior e o Chefão mandou avisar que podiam escolher qualquer um, menos o Luciani, que era meio louco.
Mas foi logo esse que escolheram. A primeira coisa que ele quis fazer foi dividir o caixa da empresa com os pobres. O pessoal não sabia o que fazer e mais uma vez apelou para o Big Boss, que não teve outra coisa a fazer senão chamar o Luciani para consultas. Ficou chato para a empresa, ter o seu líder governando por apenas 33 dias.


O Big Boss gostava mesmo era do Pacelli, um cara da extrema direita e anti semita.  Karol,o Polaco, já não era tão apreciado, apesar do Chefão não esquecer que foi graças a ele, que os sócios americanos puderam afastar os russos de qualquer jogada importante nos seus negócios. 


Agora, quanto os brasileiros, usando  outro termo chulo , segundo o Leonel ,ele está muito puto da cara.


O Chefão fez um grande esforço para afastar o Lula e a Dilma, de quem todo o mundo gostava, para tentar fazer com que o Brasil retornasse àquela época da escravidão, quando na falta de uma outra opção, o Big Boss,era visto como a única esperança, mas agora o tal Bolsonaro está estragando tudo.


Meus informantes são unânimes em comentar, que o Chefão,  ou Big Boss como ele prefere ser chamado, já deixou claro que mais uma cagada do Bolsonaro, ele vai chamar o Mourão.
Quando o José, sempre conciliador, lembrou que trazer de volta aquela turma de 64, era castigo demais para os brasileiros, ele levantou a voz e falou - em inglês que é mais adequado para a ocasião - fuck all brazilians.


Marino Boeira é jornalista, formado em  História pela UFRGS

 


Fotos popular