Pravda.ru

Sociedade » Incidentes

Hacker russo ameaça roubar 30 bancos dos EUA

28.10.2012
 
Hacker russo ameaça roubar 30 bancos dos EUA. 17458.jpeg

Um hacker russo conhecido pela alcunha de "vorVzakone" ("ladrão de lei" em russo) revelou na Intenet estar planejando um ataque em larga escala ao sistema bancário dos EUA. O FBI ainda não tomou interesse no assunto, mas a imprensa dos EUA comunicou os planos do "gangster russo".


Segundo The Washington Times o hacker chamou a operação de "Projeto Blitzkrieg" que envolverá uma centena de hackers seleccionados por ele mesmo através de um concurso entre os candidatos. Jornalistas americanos acham que se trata das intenções do governo russo e estão muito impressionados com o jeito do hacker falar da sua vida luxuosa em um vídeo publicado na Internet. Nele vorVzakone confessa que já roubou cerca de 5 milhões de dólares das contas bancárias através da Internet. "O vídeo mostra a audácia e a insolência dos criminosos cibernéticos que vivem no exterior e  capazes de fraudar clientes de bancos e corporações", lamenta o jornal.

O FBI não comentou de imediato a notícia alarmante da Rússia e é possível, que o departamento não tenha preocupações. Atualmente, o FBI está investigando cerca de 230 casos de fraude eletrônica contra bancos americanos que roubaram mais de US $ 255 milhões por ano, disse o porta-voz do FBI Jenny Shearer. Estima que hackers podem ganhar até US $ 150.000 por mês, sem qualquer risco de prisão.

De acordo com vorVzakone há uma organização na Rússia que ajuda os ciber-criminosos evitar a punição e por isso é que não esconde o seu rosto. Ele assegura que os clientes de bancos dos EUA que "estão em outro país e fazem tudo com cuidado" não devem ter medo de serem roubados. Mas os especialistas russos acham que  aparência e maneiras do vorVzakone gera dúvidas sobre o seu gênio computador. Particularmente, parece mais com "o irmãozinho da década de 90", comenta Newsru. com. "A maneira dele de falar e o comportamento dá uma imagem de um narcotraficante de rua e não de um especialista em fraudes on-line," — disse um deles ao jornal.

Em outubro o "Projeto Blitzkrieg" foi diagnosticado pelos especialistas da empresa RSA,  líder em questões de segurança. "Vemos pela primeira vez um gangue cibernético dirigindo para as pessoas" — disse Ahuva Mor, um especialista em crimes cibernéticos da RSA. "Portanto, este é um caso especial." Mas há uma versão mais exótica do seu comportamento estranho. Alguns acreditam que " Projeto Blitzkrieg " foi inventado pelos serviços de segurança para interceptar e prender numa vez um forte conjunto de hackers, acredita SoftPedia.

Em todo o mundo os bancos gastam cerca de um bilhão de dólares por ano para melhorar a segurança eletrônica, enquanto os governos gastam mais 400 milhões para encontrar e punir os criminosos. Os investimentos estão dando os resultados e as medidas de segurança estão se tornando mais eficientes. Segundo as estatísticas, apenas 0,1 por cento dos clientes bancários são vítimas de fraude eletrônica.

Lyuba Lulko

Pravda.Ru


Loading. Please wait...

Fotos popular