Pravda.ru

Sociedade » Incidentes

Lista de terríveis atrocidades cometidas contra mulheres no mundo

23.06.2008
 
Lista de terríveis atrocidades cometidas contra mulheres no mundo

Terríveis atrocidades são cometidas contra um número de mulheres em todo o mundo, todos os dias, e para muitas delas a justiça nunca será feita. Esta é uma lista com torturas muito cruéis.

1. A mutilação genital feminina

A mutilação genital feminina se refere a todos os actos que consistem na amputação do total ou parcial dos órgãos genitais femininos ou outros ferimentos nos órgãos genitais femininos quer por razões de ordem cultural, religiosa ou outros motivos não de ordem medicinal. A MGF é praticada em todo o mundo, principalmente na África. Entre essas culturas praticadas, a mutilação genital feminina é mais comum entre quatro e oito anos de idade, mas pode ser praticada em qualquer idade, na infância ou adolescência. A sua realização sem anestesia, pode levar à morte, causado por choque de imensa dor ou excesso de sangramento.

2. Ataques com ácidos

Os ataques violentos ocorrem principalmente no Afeganistão. Autores destes crimes jogam ácido em suas vítimas (normalmente no rosto), e queimando-as. As consequências são cicatrizes permanentes no rosto e no corpo, assim como a cegueira.

3. Queimar a noiva

Queimar a Noiva é uma forma de violência doméstica praticada em partes da Índia, Paquistão, Bangladesh e outros países situados no subcontinente indiano. Nos casos onde se queima a noiva, onde o homem, ou a sua família deita querosene, gasolina, ou outros líquidos inflamáveis, e levando à morte pelo fogo.

4. Honra de matar

Honra de matar é uma punição homicida, cometida pelo chefe da família contra o sexo feminino da sua família, em que a comunidade ou a família acredita ter trazido desonra a família. Normalmente a mulher é alvo de: casamentos arranjados, vítimas de uma agressão sexual, busca de divórcio (mesmo do marido abusivo), ou cometer adultério ou fornicação. Estas mortes resultam do comportamento "desonrada" da mulher perante a família, são justificações do assassinato que de outro modo seria considerado homicídio. UNICEF relatou que, na Índia, mais de 5000 noivas são mortas anualmente porque os bens dos seus noivos no casamento são considerados insuficientes. Assim também em 2004, assassinatos por motivo de honra ocorreram em vários países, tais como na Albânia, Bangladesh, Brasil, Canadá, Dinamarca, Equador, Alemanha, Índia, Iraque, Israel, Itália, Paquistão, Arábia Saudita, Suécia, Uganda, Reino Unido e nos Estados Unidos.

Dério Nunes


Loading. Please wait...

Fotos popular