Pravda.ru

Sociedade » Incidentes

Moça viveu 7 anos no apartamento junto com o cadáver da mãe

18.08.2007
 
Moça viveu 7 anos no apartamento junto com o cadáver da mãe

Uma moça, viveu 7 anos no apartamento junto com o cadáver da mãe dela, morreu de paragem cardíaca .

7 anos o corpo da aposentada estava no apartamento da filha.

O sigilo foi descoberto só quando a mesma filha morreu de repente devido a uma paragem cardíaca, no mesmo apartamento onde encontrava o cadaver da mãe dela embrulhado em plástico na varanda.

A Tamara Volga dedicou toda a sua vida cuidando dos cães. Ela vivia no seu apartamento junto com a sua filha e 4 cães.

Conta a vizinha dela Tatiana Bannicova - a avó da Maria andava pelo apartamento de calças de algodão e bota de feltro. - Queixava-se que os cães mordiam ela nos pés. E que as escondidas ela comia alimentos para cães.

Em 2000 a avó desapareceu – a filha disse aos vizinhos: ela viajou para Ucrânia .

- E sem esperar ela teve um enfarte – conta a vizinha . – Ela gritou tгo alto que o prédio todo ouviu: “Deixa-me em paz, não toca-me!” Abriram a porta mas ela já estava morta.

Versão da morte da filha:

Pelo prédio o boato se espalhou, Tamara morreu de susto.

- Esta múmia vingou-se dela! – afirma a vizinha Tatiana. – Quantos anos a avó esperando ser sepultada, em vez de ficar na varanda do apartamento dentro dum plástico embrulhado.

A Valentina, vizinha do piso em baixo, acredita que:

-Tamara Alekceevna podia ter morrido de fome, - diz a amiga da avó, Irina Gileikna. – Tamara sempre ia ao viveiro com os cães e passava ai meses. Mas a mãe ficava sozinha e sem dinheiro. Com certeza, a Tamara simplesmente encontrou a mãe morta. E dinheiro para a sepultar ela não tinha – e resolveu embrulhar o corpo dela e deixar na varanda.

Quem sepultou a própria Tamara, foram os amigos criadores de cães, que depois dividiram entre si os cães que ficar ao abandono, escreve o jornal Zhizn.

Tradução Dério Nunes


Loading. Please wait...

Fotos popular