Pravda.ru

Sociedade » Incidentes

Sinais inquietantes…

11.06.2009
 
Pages: 12

Se não está, pelo menos já se discute a forma de controlar a Internet. Trata-se do chamado “Pacote Telecomunicações”. Seus promotores, que se albergam no Conselho Europeu, apresentam-no como um instrumento normativo visando proteger interesses comerciais de software e editoriais. São também referidos como motivos de preocupação os conteúdos inadequados para crianças e jovens, como a pornografia, que circulam na Net. Patati, patatá… Será, vindo sobretudo de quem vem? Contudo, ou muito nos enganamos, ou está em marcha algo muito diferente: impedir a livre circulação de notícias e ideias na Internet, sabendo como esta politicamente incomoda a Oligarquia Internacional. Além disso tal controle pode permitir um lucrativo negócio em regime de monopólio. Veja o que se passa com a TV por cabo. Há porcaria variada para todos os gostos, porém paga-se para ver… incluindo canais de porno.

A preocupação do Establishment Europeu com as Telecomunicações está incrivelmente em sintonia com aquilo que Olga Chetverikova designa de “campo de concentração electrónico global” no seu artigo muito esclarecedor “A crise como via para a montagem de um Estado Totalitário Global”, http://resistir.info/ . Esclarece que “…está a ser instituído um sistema que conferirá a um centro supranacional, com base numa máquina punitiva, o total controlo político, militar, legal e electrónico sobre a população”. Adianta noutro passo, que tendencialmente tal sistema será entregue a empresas privadas, na sequência do que já ocorre nos USA com sectores militares e de espionagem. Na CIA, por exemplo, 60% do seu pessoal está sob contrato, em que parte dele intercepta e analisa dados. A National Security Agency da América, ainda segundo esta analista, “…está a ficar cada vez mais dependente de companhias privadas que têm acesso a informações confidenciais.”

Não será difícil de adivinhar quem serão os “patrões”… e com que objectivos. Evidentemente que o perigo orwelliano tanto se coloca do lado dos privados, como no do Estado. No primeiro caso apenas é evidente a desnacionalização de actividades que tradicionalmente eram atributo dos estados, mostrando como a Oligarquia Internacional está prestes a dominar toda a Sociedade, a dominar, quanto a nós, de uma forma suave e imperceptível… sem que as vítimas reajam ou quando reagirem, já é muito tarde… situação diferente seria se fosse um governo a fazê-lo. Por tudo isso, a nossa grande inquietação.

Artur Teixeira

Ponta Delgada, 08 de Junho de 2009

Pages: 12

Loading. Please wait...

Fotos popular