Pravda.ru

Sociedade » Incidentes

Bloqueio do vídeo de Cicarelli causou bloqueio do acesso a YouTube

07.01.2007
 
Bloqueio do vídeo de Cicarelli causou bloqueio do acesso a YouTube

O bloqueio do video que contém cenas da modelo e apresentadora Daniela Cicarelli, realizado por YouTube causou um bloqueio do acesso ao portal de vídeos no Brasil.

O portal de vídeos YouTube informou ontem através do seu o porta-voz , Jaime Schopflin, em mensagem enviada ao GLOBO ONLINE que , cumprindo "as exigências da Justiça brasileira", já bloqueou em seus servidores o acesso ao vídeo .

De acordo com Rubens Decoussau Tilkian, advogado do casal de Daniela Cicarelli e Tato Malzoni, , o bloqueio seria efetuado por empresas responsáveis pela transferência de dados entre o Brasil e outros países - ele não revelou os nomes dessas companhias porque o o processo corre em segredo de Justiça - e não por provedores de acesso.

De acordo com Terra os relatos, no entanto, foram todos fornecidos por assinantes da Brasil Telecom. O técnico em informática Alex Pereira Leite, de Goiás, confirmou que não consegue acessar o YouTube desde ontem. Ele entrou em contato com a central do assinante, mas não obteve sucesso em descobrir a razão do bloqueio. Conversei com vários amigos que tem o serviço por outras empresas, como Virtua ou Velox, e estes acessam normalmente o site, explicou. Assinantes do provedor Speedy também não encontram dificuldade.

A ilustradora Samanta Flôor, de Pelotas (RS), percebeu que o YouTube estava inacessível por volta das 17h25, mas não viu necessidade de ligar para a Brasil Telecom. O possível bloqueio ao site também se espalha por blogs brasileiros. Amigos, sejam bem vindos novamente a 1984, ou seria 1964?, escreve o Novo-Mundo.org. E-mails vindos de vários cantos do país reportam grande instabilidade em quase todo os serviços do Google, como Orkut, Gmail e o próprio site de Buscas, relatou o blog Google Underground (O YouTube foi adquirido pelo Google, no ano passado).

O Terra entrou em contato com a central do assinante da Brasil Telecom, mas os atendentes não souberam dar mais informações sobre o problema. Também foram tentados contatos com a assessoria de imprensa da empresa e com a Associação Brasileira dos Provedores de Acesso, Serviços e Informações da Rede Internet (Abranet) - incluindo sua assessoria da imprensa. As ligações não foram atendidas, possivelmente por serem efetuadas em um sábado.

Inicialmente, Cicarelli e Malzoni entraram com duas ações, uma das quais exigindo que o vídeo fosse removido dos sites YouTube, Globo e Internet Group (IG), que faz parte das operações da Brasil Telecom. Somente as duas empresas brasileiras acataram decisão judicial. Por isso, uma terceira ação foi movida contra o YouTube, na verdade, uma plataforma na qual os usuários publicam os próprios vídeos.


Na terça-feira, dia 2 de janeiro, um desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo determinou que o portal retirasse cópias do material do ar e bloqueasse, definitivamente, o acesso de internautas brasileiros ao vídeo. Dias depois, Rubens Decoussau Tilkian, advogado do casal Daniela Cicarelli e Tato Malzoni, chegou a afirmar que todo o conteúdo do YouTube poderia sair do ar "a qualquer momento", abrangência negada no dia seguinte por outra porta-voz do site.
 


Loading. Please wait...

Fotos popular