Pravda.ru

Sociedade » Incidentes

Do complexo turístico no Algarve desapareceu criança inglesa de três anos (foto)

04.05.2007
 
Do complexo turístico no Algarve desapareceu criança inglesa de três anos (foto)

Uma criança inglesa de três anos desapareceu, na quinta-feira (03), de um apartamento da Praia da Luz, em Lagos, no Algarve. A criança está a ser procurada por 30 elementos da GNR, por equipas cinotécnicas e, também, por populares, informa TVI.

A menina Madeleine (Maddy) McCann a passar férias com a família no complexo turístico Ocean Club da Praia da Luz. Os pais foram jantar, deixando os três filhos a dormir no quarto. Quando regressaram, Madeleine tinha desaparecido.

O complexo turístico «Ocean Club» , de onde desapareceu a menina não dispõe de qualquer sistema de vigilância, apurou a Lusa no local.

Qualquer pessoa pode entrar no empreendimento turístico, a cerca de 200 metros da praia, sem lhe ser pedida identificação ou sem ser gravado por câmaras, visto que não existe porteiro ou seguranças, verificou a Lusa.

A falta de segurança tem sido, aliás, uma das causas do elevado número de assaltos naquele empreendimento turístico durante o Verão passado, disse à Lusa o funcionário de um restaurante contíguo ao «Ocean Club».

Segundo o funcionário, que não se quis identificar, a Praia da Luz, zona particularmente turística, é alvo de «incursões de elementos que praticam assaltos registando-se, por exemplo, numa noite de Verão, entre 12 a 15 assaltos».

A família, que chegou no sábado passado de Leicester ao Algarve, pernoitava num rés-do-chão de um apartamento, localizado junto da recepção do Oceano Club e da piscina.

Segundo a Lusa apurou, o restaurante onde os pais da menina jantavam acompanhados de amigos e familiares, era junto da piscina.

De acordo com o representante da empresa que gere alguns apartamentos turísticos do «Ocean Club», a empresa Mark Warner, «as crianças estavam a dormir num apartamento, a menina de três anos e dois irmãos gémeos de dois, enquanto os pais, se mantinham no restaurante, deslocando-se de 20 em 20 minutos para aferir do seu estado». Segundo John Hill, no bloco de apartamentos, estavam além da menina e dos gémeos, outras crianças também sozinhos, filhas de amigos e familiares da família da menina desaparecida.

John Hill adiantou ainda que o desaparecimento da menina inglesa foi comunicado pelo pai dela, por volta das 22:20, no restaurante, informando os familiares que janela se encontrava aberta e a pressiana das traseiras ligeiramente levantada.

Após ter sido comunicado às autoridades, vários populares, iniciaram buscas na praia e nas zonas envolventes sem que tivesse sido detectada a presença da criança.


Loading. Please wait...

Fotos popular