Pravda.ru

Sociedade » Incidentes

Perigoso criminoso Champinha foge da prisão pegando Metrô

03.05.2007
 
Perigoso criminoso Champinha foge da prisão pegando Metrô

Um diretor e 19 funcionários da segurança foram afastados de seus cargos da Fundação Casa (ex-Febem), de Vila por causa de fuga de um criminoso perigoso, Roberto Aparecido Alves Cardoso, o Champinha, de 20 anos, que foi recapturado na madrugada de hoje. O secretário de estadual de Justiça, Luiz Antonio Marrey, afirmou que a fuga do criminoso pode ter contato com a ajuda da segurança da instituição.

Champinha fugiu ontem da Unidade 1 do Complexo Vila Maria da Fundação Casa (ex-Febem), ligou para o irmão e pediu dinheiro para sair de São Paulo. Segundo informações do tenente Marcelo Alves da Silva, da Rota, que participou da recaptura de Champinha, a família do detido colaborou para que ele fosse encontrado.

Champinha, um dos idealizadores do bárbaro assassinato do casal Liana Friedenbach e Felipe Caffé, em 2003, na cidade de Embu Guaçu, saltou o muro da instituição e fugiu na companhia de outro interno, o menor R., de 17 anos. Eles pegaram Metrô e ônibus e foram até a casa de uma tia de criação de R., em Ferraz de Vasconcelos.

 De lá, Champinha ligou para a casa da mãe, em Embu, na Grande São Paulo, por volta das 22 horas, quando a polícia já estava no local. Champinha disse à família onde estava e pediu a um de seus irmãos dinheiro para fugir do Estado de São Paulo. O valor deveria ser entregue na rodoviária de Ferraz de Vasconcelos.

Com essas informações, dadas pela família de Champinha, uma equipe de 24 policiais se deslocou até o endereço. O grupo cercou a casa e surpreendeu Champinha e seu companheiro também fugitivo a polícia conseguiu detê-lo, ainda na casa da tia de R. No local, Champinha e R. foram recapturados, por volta das 4h30, e outras quatro pessoas, entre elas a proprietária da casa e um menor de 18 anos, foram detidos para averiguação e encaminhados para o 8º Distrito Policial.

Ainda de acordo com os policías, Champinha não disse nada e nem reagiu à prisão. “Ele se mostrou surpreso. Na realidade, esperava conseguir a fuga”, disse um tenente, completando que na hora que a polícia invadiu o imóvel, o rapaz estava vestido com uma calça larga e camisa laranja, e se preparava para escapar com o amigo.

Durante a manhã de hoje, Champinha deve ficar no Centro de Triagem da Fundação Casa localizado no Brás. Ele deve ser apresentado nesta manhã pelo Comando Geral da Polícia Militar e por autoridades da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo.

 Com Agência Estado


Loading. Please wait...

Fotos popular