Pravda.ru

Sociedade » Incidentes

Coronel organizou uma expedição à mata para dar o último adeus a sua mulher

02.10.2007
 
Coronel organizou uma expedição à mata para dar o último adeus a sua mulher

O coronel da reserva do Exército Marcos Antonio Marinho Silva, de 51 anos,  organizou uma expedição  à mata com objetivo de  dar o último adeus a sua mulher morta na tragédia com o avião da GOL, de acordo com G-1.

 Nesta segunda-feira, o grupo, encabeçado pelo índio Megaron Txucarramae saiu de Sinop em direção à Fazenda Jarinã, onde foi montada a base do trabalho de resgate e reconhecimento dos corpos na ocasião da queda do Boeing.

 Ele deve guiar o grupo, nesta terça-feira (2), até os destroços do acidente, na Reserva Kapot/Jarinã.

Durante a conversa na segunda-feira, o líder indígena disse que ficou chateado com as acusações de que pertences das vítimas do acidente foram roubados. "Meu povo ficou muito sentido com a acusação de que pegarmos alguma coisa no local do acidente.

 Só entramos no local porque o avião caiu em terra indígena, na nossa terra. A instrução que passei para os meus índios foi a de entrar no local, olhar e não pegar nada", disse.

 

 


Loading. Please wait...

Fotos popular