Pravda.ru

Sociedade » Curiosidades

Como comunicar com nossos animais de estimação

26.04.2017
 
Como comunicar com nossos animais de estimação. 26447.jpeg

Como comunicar com nossos animais de estimação e honrar sua finalidade da alma.

Todos estamos aqui, na Terra, por uma razão. Aqui, todos têm um propósito, assim como tudo na Natureza; um dom ou uma contribuição para partilhar com o resto do mundo. E isto é uma grande verdade a ter para com os nossos animais de estimação!

Na medida em que partilhamos as nossas vidas com nossos amigos animais, é importante para nós reconhecer e honrar a específica finalidade do propósito da sua alma e o desejo de estar aqui. O que é que eles gostariam de partilhar com o mundo? Qual é o seu dom e a sua contribuição? O que é que os torna verdadeiramente felizes?

Tal como nós, a resposta é: independentemente do que vem naturalmente para eles. Simplesmente, prestar atenção à sua personalidade única, é muitas vezes suficiente para nos dar uma impressão bem clara do seu propósito de alma. No entanto, também, nos podemos  sintonizar com sua energia, bem como comunicarmo-nos directamente com nossos animais de estimação e relacionarmo-nos com eles a níveis mais elevados de compreensão e de comunhão.

 

Sidda e Chubs

Vou usar a minha cadela, Sidda, como exemplo. Sidda é um cruzamento de pastor alemão que se encontra na minha vida há quase 12 anos. Ela é uma alma doce e gentil que me viu através de meus mais intensos períodos de crescimento, e sei que não foi por acaso que ela e eu estávamos conectados.

Através do casamento, bebés, divórcio, mudanças, casando novamente, paternidade, auto-descoberta e consciencialização, tornando-se uma escritora, etc... ela certamente teve suas patas cheias! Juntas, experimentámos momentos de pura alegria e felicidade, bem como momentos de profunda tristeza e frustração. Sidda é uma educadora, ou uma curandeira. Não importa quem está perto dela, sua energia calmante dá conforto. Os gatos do meu celeiro vêm regularmente para junto de Sidda para receber o seu amor e atenção, ter suas feridas lambidas, ou simplesmente para dormir ao lado dela. Sidda tornou-se, também, como uma mãe para a minha cadela dos Pirenéus), Chubs, de 3 anos de idade. Chubs lacrimeja frequentemente e Sidda  lambe-lhe olhos várias vezes ao dia  para que eles fiquem limpos.

Mas, apesar de Sidda ser incrivelmente  amorosa para com todos na minha quinta e para com a minha família, sua lealdade é para comigo. Onde eu vou, ela vai. Quando eu comuniquei com ela, disse-me que está aqui para cuidar de mim. Ela também manifestou preocupação com o meu bem-estar quando já não estiver mais aqui. Agora, faço um esforço extra para lhe agradecer por todo o seu cuidado e amor incondicional  que me tem dado ao longo dos anos. E mesmo que ela não me possa acompanhar pela quinta como, muitas vezes,  ela gostaria de o fazer, devido a sua idade, eu faço-lhe entender que ela ainda está a fazer um trabalho maravilhoso cuidando de mim. E, quando posso, tento passar um tempo especial a sós com ela,  porque sei o quão importante é para ambas.

Meu outro cão, Chubs, é um protector, ou um guardião. Tem um orgulho enorme, em patrulhar o perímetro da minha quinta e, muitas vezes, podemos encontrá-lo nos currais do gado, mantendo um olhar vigilante nas minhas vacas. Isso dá-me um grande conforto... pois, hoje em dia, há um lobo que tem vindo visitar regularmente a minha quinta. Para não mencionar o conforto adicional, ao saber que ele, também, mantém os intrusos humanos - do tipo, que gostam de levar coisas emprestadas e não devolvê-las - fora do meu quintal!

Além de ser o guardião do nosso território, Chubs também leva o seu papel como protector dos meus filhos muito a sério. Durante a semana, todos os dias de manhã, ele acompanha os  meus 2 filhos mais velhos até ao final da nossa rua e, aguarda com eles a chegada do autocarro escolar.

Quando comuniquei com Chubs, ele fez-me saber o quanto gosta de correr à frente da minha camioneta, quando me dirijo para os currais do gado para verificar minhas vacas, então tento sempre deixá-lo ir à frente. Ele também me fez saber o quanto se alegra, quando meu marido volta para casa nos finais de semana, o que é fácil de entender, pois o meu marido dá-lhe muita atenção e esfrega-lhe a  barriga. Eles parecem ter uma ligação "viril" especial.

Todos nós queremos contribuir e todos nós necessitamos de um propósito. Reconhecer e valorizar esta necessidade para com os nossos animais de estimação pode estabelecer um vínculo e um nível de entendimento, entre nós, ainda mais profundo. Alguns podem estar aqui para confortar, outros para proteção, para nutrir, ou para serem brincalhões e melhorar o estado de espirito  das pessoas ao seu redor - ou para uma combinação de tudo isto.~

 Exercícios de Comunicação com os Animais

 Ler na íntegra


Loading. Please wait...

Fotos popular