Pravda.ru

Sociedade » Curiosidades

Imagem de russos ricaços passando férias na Europa

17.07.2008
 
Imagem de russos ricaços passando férias na Europa

A imagem de russos ricaços passando férias na Europa tem estado, há muito tempo, associada a excentricidade. Diz-se que eles podem comprar uma garrafa de vinho de 10 mil dólares num restaurante e deixar a garrafa em cima da mesa depois de beberem apenas um copo, informa o La Stampa da Itália.

Os russos podem alugar uma Ferrari para rodarem pela Promenade des Anglais em Nice, França. Muitos russos ricos, que mantêm em segredo a origem de sua fortuna, vão para o sul da França para ficar em luxuosos hotéis onde podem pagar até 35.000 euros por noite. As novas gerações de russos chegaram ao entendimento de que uma pessoa que tenha dinheiro tem direito a tudo.

Um bilionário russo, proprietário de uma vila em Beaulieu-sur-Mer, estava muito infeliz por causa de trens fazerem barulho não muito longe de sua luxuosa casa. Ele enviou seu representante às autoridades locais com uma oferta para que todos os trilhos e trens fossem mudados para algum outro lugar. O bilionário ofereceu 100 milhões de euros para isso.

Sergei Pugachev, conhecido como o banqueiro do Kremilin, comprou a Hediard (uma casa de artigos de mercearia fundada na França em 1854, líder na fabricação de comestíveis de luxo) para torná-la um ícone da cozinha francesa no exterior. Nikolai Tsvetkov, ex-oficial do Exército Vermelho, tornou-se o principal fabricante de porcelana em França. Os russos adquirem castelos franceses, vinícolas e empresas fabricantes de conhaque. Os russos compraram o Hotel De Montesquieu por 142 milhões de euros. O antigo edifício do ministério francês da cooperação tornar-se-á a luxuosa residência de um oligarca russo.

Saint-Jean Cap Ferrat, no sudeste da França, é conhecida por sua vila construída pela baronesa Béatrice Ephrussi de Rothschild. Um oligarca russo resolveu aumentar a altura da vila para ganhar 500 metros quadrados adicionais. Um prefeito local declinou da sugestão e disse que nenhum outro edifício na área poderia ser mais alto do que o farol construído durante o tempo de Napoleão III de França. O magnata imediatamente ofereceu mais 15 milhões de euros para aumentar também a altura do farol, a fim de não violar a lei.

Outro banqueiro russo dotou sua vila em Saint Jean de um moderno sistema de vigilância por vídeo, do qual qualquer base do exército se orgulharia. Saint Jean não é famosa por qualquer explosão de criminalidade. O banqueiro quis simplesmente ver online as rosas de sua vila em Saint Jean desabrocharem, confortavelmente sentado em seu escritório em Moscou.

Os russos ricos nunca comprarão uma vila no sul da França pelo preço de 15 milhões de euros. O "preço baixo" os faz pensar na vila como um casebre miserável. Um preço de 110 milhões de euros pela mesma vila parecer-lhes-á, entretanto, adequado.

Autor do post : Murilo Otávio Rodrigues Paes Leme
morpleme@gmail.com
pwindl@gmail.com


Loading. Please wait...

Fotos popular