Pravda.ru

Sociedade » Curiosidades

Policiais mulheres patrulham o Rio

09.10.2007
 
Policiais mulheres patrulham o Rio

Uma nova turma de policiais vai patrulhar as ruas do Rio. A novidade consiste em que todas os soldados dessa turma do Regimento de Polícia Montada (RPMont) são mulheres. Primeiras 12 efectivas já começam a atuar daqui a dois meses, em rondas em duplas ou trios no Aterro do Flamengo, Recreio dos Bandeirantes, Grajaú e em volta do Maracanã, nos dias de jogos, segundo escreve O Dia.

"A pergunta era: por que os homens podem e elas não? Decidimos romper com um modelo e o resultado não poderia ser mais positivo. Elas realmente estão se dando muito bem na montaria. A presença delas humaniza mais nosso trabalho e não por acaso têm uma boa recepção com o público", disse o subcomandante do RPMont, major Edson Muniz.

As diferenças entre homens e mulheres no trato com os animais são logo visíveis nos estábulos. Na maioria das vezes, as soldados passam mais tempo cuidando dos cavalos do que os rapazes da turma - e sempre trazem de casa um "mimo" para agradar os parceiros de cavalgadas. "A gente começa a tratar como filho. Cria-se um laço afetivo, que é nato da personalidade feminina", comentou a soldado Aline Pereira da Silva, 24 anos.
Para superar o medo

Se por um lado as policiais se mostraram mais sensíveis e amorosas com os animais, por outro elas tiveram que ter mais tempo de adaptação para superar o medo. "No primeiro dia, entrei em desespero e chorei muito. Tinha medo só de ouvir um passo de cavalo. Agora, venho até nos finais de semana cuidar deles. Você cria uma relação de amor, que passa a ser correspondida pelo animal", relatou a soldado Clarisse Inês Pereira, 26 anos.

A motivação das alunas tem contagiado as próprias colegas de farda lotadas no RPMont. E a turma que era inicialmente de 11 recém-formadas ganhou mais uma aluna. "Sempre tive vontade, mas não me sentia confortável numa turma somente de homens. Quando vi as garotas em exercício, conversei com o comando e consegui autorização para ser voluntária do curso. Posso dizer que superei todas as minhas expectativas", contou a soldado Márcia Amorim, 31 anos.

O RPMont já estuda a possibilidade de dar prosseguimento a novas turmas. Atualmente, as militares treinam de 9h às 17h, cinco dias por semana. No estábulo, há 94 animais, mas a PM vai fazer uma licitação para adquirir mais 100 cavalos.


Loading. Please wait...

Fotos popular