Pravda.ru

Sociedade » Curiosidades

Voo da TAP se tornou feliz para a brasileira e o português

09.03.2007
 
Voo da TAP se tornou feliz para a brasileira e o português

A brasileira e o português se conheceram há menos de um ano, a bordo de um avião da TAP, em uma viagem entre Lisboa e São Paulo. A psicoterapeuta  Eliete Ferreira, 37 anos, e o empresário José Santos, 42 anos, se casaram a bordo de um avião nesta quinta-feira, mesmo cenário em que se conheceram há menos de um ano.

  A cerimônia, que durou cerca de 20 minutos, aconteceu na classe executiva do Air Bus 330 Infante D. Henrique, da companhia aérea portuguesa TAP, saído do Rio de Janeiro e com destino a São Paulo.

Os noivos cumpriram a tradição apenas do som da marcha nupcial na entrada da noiva no avião. Eliete era esperada pelos convidados e pela tripulação, tendo o chefe de cabine, António Afonso, afirmado que foi um "momento inédito".

O casamento foi realizado pela conservadora do Registro Civil da Maia (região do Porto) Cidália Silva, que inicialmente achou a idéia "excêntrica".

"Pensei que estavam brincando comigo, mas depois percebi que era o sonho deles e aceitei realizar o casamento", contou Cidália.

 O noivo contou que sempre viajava com seu sócio, mas naquele dia, 24 de abril de 2006, estava sozinho. Aproveitou, por isso, para por a leitura em dia, optando pelo livro "Como mudar a sua vida em doze semanas”, que acabou por surtir os efeitos prometidos.

Ela se encantou com o "lindo careca" que viajava quase ao seu lado. Depois de troca de olhares e vários sorrisos, foi ele que teve coragem e "puxou conversa".

Confessando estar "emocionada" com o momento que significou a realização de “um lindo sonho", Eliete disse que quando viu José pela primeira vez, "ele estava lendo um livro muito interessante", que acabou lhe oferecendo.

"Estou muito emocionado, com uma sensação muito boa, porque foi no avião que nos conhecemos e foi no avião que casamos, como tínhamos planejado", disse o noivo.

Já sobre a lua-de-Mel, nem uma palavra. "É segredo", disse o noivo, talvez por receio de que os olhares por trás das câmaras, de televisão e fotográficas, tentassem acompanhá-los.

 Fonte :Lusa


Loading. Please wait...

Fotos popular