Pravda.ru

Sociedade » Curiosidades

Saúde solicita R$ 141 milhões para ações contra Gripe A

06.05.2009
 
Saúde solicita R$ 141 milhões para ações contra Gripe A

Brasil: O Grupo Executivo Interministerial (GEI) aprovou o envio à Casa Civil de uma minuta de Medida Provisória (MP) para a liberação de crédito suplementar de R$ 141 milhões para intensificar as ações na prevenção do Influenza A (H1N1). O grupo, que acompanha a situação da gripe no Brasil e no mundo, é formado por representantes de oito ministérios e da Presidência da República.

O anúncio foi feito pelo secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde (MS), Gerson Penna, logo após a reunião realizada na tarde desta segunda-feira (4). De acordo com o secretário, o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) deve preparar uma MP que deve ser editada pelo governo ainda nesta semana. “A verba suplementar será usada para ampliar a atenção à saúde, instalar ‘salas de situação’ nos portos brasileiros e reforçar a informação publicitária no País”, disse.

Penna afirmou, ainda, que os membros do GEI apoiaram todas as ações adotadas pelo MS no monitoramento do Influenza A e reafirmaram que não existe, até o momento, evidências de circulação do vírus no Brasil. Penna disse também que todos os voos internacionais, independentemente da origem, estão sendo inspecionados e os passageiros têm recebido orientações sobre os sintomas da doença ainda no ar.

Casos Suspeitos – O boletim divulgado pelo MS na tarde desta segunda-feira informa que no Brasil há 25 casos suspeitos de Influenza A, nos estados de São Paulo (10), Minas Gerais (4), Rio de Janeiro (3), Distrito Federal (2), Tocantins (2), Goiás (1) Mato Grosso do Sul (1), Paraná (1) e Santa Catarina (1). Além disso, 36 casos estão em monitoramento em 16 dos 19 estados onde houve algum tipo de notificação.

Na última sexta-feira (1º), o Gabinete Permanente de Emergências do MS alterou a definição de casos suspeitos e em monitoramento da gripe. Desde então, são consideradas suspeitas de ter a doença as pessoas provenientes de países com casos já confirmados e que apresentam os sintomas provocados pelo Influenza A ou, ainda, que tenham tido contato próximo com pessoas infectadas. Antes, eram considerados casos suspeitos aqueles de pessoas q ue vinham apenas das áreas afetadas nesses dois países com casos confirmados.

Já os casos em monitoramento são aqueles de passageiros vindos de qualquer país não afetado pelo Influenza A e que apresentem os sintomas compatíveis com o quadro suspeito. Também são monitorados viajantes que venham de país afetado, mas apresentem apenas alguns sintomas da doença.

Min. Saúde


Loading. Please wait...

Fotos popular