Pravda.ru

Sociedade » Curiosidades

Saúde, vergonha nacional

04.01.2014
 
Saúde, vergonha nacional. 19526.jpeg

Opinião: Quase no fim do filme, Tropa de Elite II tem uma cena muito interessante. Denunciando a corrupção na Polícia do RJ, o personagem de Wagner Moura, numa de suas frases, diz "que o policial não puxa o gatilho sozinho.."

por Milton Pires

Quase no fim do filme, Tropa de Elite II tem uma cena muito interessante. Denunciando a corrupção na Polícia do RJ, o personagem de Wagner Moura, numa de suas frases, diz "que o policial não puxa o gatilho sozinho.."

Essa frase, coloca ao meu ver de uma maneira muito sútil, a dúvida a respeito de qual polícia a sociedade quer na rua. Mais do que isso: ela indaga que tipo de educação de segurança e saúde a sociedade quer...ela chama à responsabilidade uma nação que só pensa em carnaval e futebol e na qual os serviços públicos são, em grande medida, aquilo que a sociedade "quer" deles.

O Governo Federal tem liberado pesquisas mostrando um apoio maciço da população mais pobre do Brasil a essa barbaridade chamada Mais Médicos. Nessas pesquisas eu acredito! Elas nada mais refletem do que a consciência política de um povo que aceita ser tratado como rebanho tocado pelo PT. Digo que, cada vez que denunciamos um erro grave desses pseudomédicos trazidos por Padilha ao Brasil, deveríamos também censurar severamente a população que aceitou essa gente aqui e que vem dizendo nas pesquisas que está satisfeita com o Programa.

Até onde se sabe..até onde foi noticiado..o primeiro cadáver a ser colocado na conta do Governo Federal ainda não surgiu; ou surgiu e foi escondido. Dados atuais dão conta de 1.665.000 casos de sepse nos EUA com uma mortalidade em torno de 20 a 50% ao ano e não há razão alguma para pensar que esses números sejam menores no Brasil. Além dos casos de sepse, nosso país tem na Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica e na Cardiopatia Isquêmica (com suas complicações) dois motivos de gigantescos de indicação de internação hospitalar num país cuja infraestrutura para atendimento secundário está destruída.

Escrevo agora para quem está no interior do Amapá ou aqui no Rio Grande do Sul...No Rio Grande do Norte ou em Rondônia...Vocês que não conseguem caminhar uma quadra sem sentir falta de ar, que estão com a pernas "inchadas" e que tossem a noite inteira - procurem os médicos cubanos e vejam se eles vão resolver os seus problemas! Sabem "o que" vocês são? Vocês são aquilo que nós chamamos aqui no Brasil de pacientes "crônicos". A maioria gigantesca de vocês tem mais de 60 anos, muitos fumaram (e ainda fumam) a vida toda, tem a pressão arterial sem controle algum e só sabem como está o "açúcar no sangue" com a aquela espetadinha no dedo que a enfermeira faz no posto de saúde.

Vocês não aparecem nos jornais, o Dr. Drauzio Varella não faz reportagem sobre vocês, não há alas inteiras de hospitais reservadas a vocês como existem para aqueles que usam crack ou tem AIDS...Sabem por quê? Porque as doenças que vocês tem são, num grande número de casos, incuráveis! Vocês dependem e vão depender de medicação a vida toda! Custam caro para esse maldito governo comunista que, se pudesse, mataria todos vocês em vez de deixá-los ficar usando o SUS e recebendo dinheiro do INSS.

Ninguém diz isso a vocês, não é?? Pois eu digo! Atender vocês significa manter hospitais em bom funcionamento. Hospitais equipados e com médicos capazes de mudar a história da doença de vocês. Isso custa dinheiro que precisa vir de 3 fontes: do município, do Estado e do Governo Federal. Até hoje não existe sequer lei definindo qual o percentual de dinheiro que esse último deve repassar ao SUS: são os municípios e (em parte muito menor o Estados) que sustentam essa mentira de atendimento universal. 

Entendam por favor que esse programa criminoso só serve para manter o Partido Religião no poder..que ele não tem interesse algum em ajudar vocês nem lhes contar - como eu fiz agora em palavras grosseiras - a verdade sobre suas doenças.

Meus amigos, quando eu me formei médico, jurei muitas coisas... Nosso juramento, afinal de contas, é enorme e hoje em dia pode ser mais facilmente lembrado por algum repórter policial do que qualquer médico recém-formado. Eu confesso que já não me lembro mais de tudo que existe nele, mas lembro de uma coisa que não existe, pelo menos de maneira clara: a promessa franca de dizer sempre a verdade, custe o que custar, ao doente que atendemos.

Quando o PT finalmente conseguir liquidar com a Medicina no Brasil, os médicos que ele vem perseguindo e humilhando ainda vão ter uma obrigação e uma chance final: dizer a verdade! Nesse sentido sugiro que o Ministério da Saúde Petralha inicie nova campanha... Já sei até o lema ideal para esse tipo de gente ..

"O Ministério da Saúde Adverte: Procure um médico que saiba mentir"

 

Milton Simon Pires é Médico

 


Loading. Please wait...

Fotos popular