Pravda.ru

Sociedade » Cultura

Cinema moçambicano em Luanda

31.03.2010
 
Cinema moçambicano em Luanda

Margarida Cardoso realizou diversos filmes em Moçambique dos quais se destaca a longa-metragem "A Costa dos Murmúrios", que conquistou vários prémios em festivais de cinema.

Neste momento encontra-se em Luanda em rodagem para o seu próximo documentário que se debruça sobre as relações Angola / Portugal, a partir do olhar diversificado de uma geração desde a luta anti-colonial aos primeiros anos do pós-independência de Angola.

Sinopse

“Kuxa Kanema, o nascimento do cinema “

A primeira acção cultural do governo Moçambicano logo após a independência, em 1975, foi a criação do Instituto Nacional do Cinema (INC). Os cinemas são nacionalizados e as unidades de cinema móvel vão mostrar por todo o país a mais popular produção do INC, o jornal cinematográfico Kuxa Kanema. O seu objectivo era " filmar a imagem do povo e devolve-la ao povo”.

Mas hoje, depois de anos de guerra, desilusões, e destruído por um fogo em 1991, a grande empresa que foi o INC quase não existe. Felizmente sobreviveram no arquivo as imagens que são o único testemunho dos 11 primeiros anos de independência, os anos da revolução socialista. É através dessas imagens, e das palavras das pessoas que as filmaram, que vamos conhecer o percurso de um ideal de país, que se desmoronou, pouco a pouco, com o ideal de "um cinema para o povo", e com os sonhos das pessoas que um dia acreditaram que Moçambique poderia vir a ser um país diferente.

FICHA TÉCNICA:

Realização: Margarida Cardoso

Imagem: Lisa Hagstrand

Som: Margarida Cardoso

Produção: Filmes do Tejo (Port.) Lapsus (França) Derives (Bélgica)

Montagem: Isabelle Rathery / Timothy Miller

Uma co-produção dos Filmes do Tejo / ARTE France / RTBF Bélgica

52 minutos / BetaDigital


Loading. Please wait...

Fotos popular